A-A+

MÚSICA

Rolling Stones homenageia Charlie Watts em primeiro show da turnê 'No Filter'

A apresentação, que inaugura a turnê "No Filter", adiada pela pandemia de Covid-19, é a primeira em 59 anos que a banda realiza sem Watts, membro dos Rolling Stones desde 1963

Mick Jagger, Keith Richards e Ronnie Wood iniciaram a noite com o palco vazio, projetando imagens e vídeos de Watts sobre telões, ao som de batidas de bateriaMick Jagger, Keith Richards e Ronnie Wood iniciaram a noite com o palco vazio, projetando imagens e vídeos de Watts sobre telões, ao som de batidas de bateria - Foto: Reprodução/Instagram

Os três membros restantes dos Rolling Stones prestaram nesse domingo (26) uma homenagem ao baterista Charlie Watts, morto aos 80 anos, em um show em St. Louis, no estado americano do Missouri.

A apresentação, que inaugura a turnê "No Filter", adiada pela pandemia de Covid-19, é a primeira em 59 anos que a banda realiza sem Watts, membro dos Rolling Stones desde 1963.

Mick Jagger, Keith Richards e Ronnie Wood iniciaram a noite com o palco vazio, projetando imagens e vídeos de Watts sobre telões, ao som de batidas de bateria. Ao subir ao palco, Jagger afirmou que "foi realmente muito emocionante ver aquelas fotos de Charlie no telão".

Os músicos já haviam se manifestado expressado seu pesar pela morte do colega de banda nas redes sociais.
Então, Jagger, de 78 anos, publicou uma foto de Watts sorrindo sentado em frente à bateria. Richards, de 77, divulgou uma foto do instrumento no palco, com um cartaz que dizia "fechado", enquanto Wood, de 74, publicou no Twitter uma foto sua com Watts, expressou seu amor pelo músico e lembrou que, assim como o baterista, ele também nasceu sob o signo de gêmeos "Sentirei muito sua falta. Você é o melhor", afirmou.

As estrelas britânicas Elton John e Paul McCartney também homenagearam o baterista. Em um vídeo, McCartney disse que sua morte é um "golpe" para os Rolling Stones, porque "Charlie era uma rocha".

Watts havia anunciado que não participaria da retomada da turnê dos Rolling Stones pelos Estados Unidos após passar por uma operação médica no início de agosto. Ele morreu no dia 24 daquele mês.

Em comunicado, seu agente Bernard Doherty afirmou que o baterista "morreu em paz em um hospital de Londres, no início da manhã, cercado por sua família".

Veja também

Kim Kardashian paga R$ 128,5 milhões a ex-marido Kanye West por mansão
divórcio milionário

Kim Kardashian paga R$ 128,5 milhões a ex-marido por mansão; veja fotos

Rainha Elizabeth 2ª tem túnel secreto que liga palácio a bar em Londres
Família Real

Rainha Elizabeth 2ª tem túnel secreto que liga palácio a bar em Londres