Sam Smith diz que está com medo de voltar à Europa por conta do coronavírus

Os países são muito mais próximos um do outro na Europa e o risco é maior

Sam SmithSam Smith - Foto: Reprodução/Instagram

O cantor britânico Sam Smith, 27, disse em entrevista ao programa de TV australiano The Project que está com medo de retornar à Europa por conta do surto de coronavírus que atinge o continente. Os países são muito mais próximos um do outro e o risco é maior.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) mudou a avaliação da ameaça internacional do coronavírus Sars-CoV-2 de "alta" para "muito alta". A avaliação se refere aos riscos da dispersão sem controle do vírus e do impacto que isso possa causar.

Leia também:
Álcool em gel é eficaz na prevenção ao coronavírus, afirma Conselho Federal de Química
Genoma do coronavírus que infectou brasileiro é sequenciado
Brasil tem 182 casos suspeitos do novo coronavírus


"Eu literalmente mandei uma mensagem para a minha mãe dizendo: 'Estou realmente assustado com o coronavírus. Estou com medo", disse. Smith vai se apresentar em uma das maiores festas LGBT da Austrália nos próximos dias.

No país, porém, o surto é pequeno. A Itália é o mais afetado pela doença na Europa -nessa quinta-feira (27), foram confirmadas 14 mortes. Fora da China, há cerca de 4.000 casos em 49 países e 67 mortes, segundo a OMS. "Sim, tenho medo, mas tenho que voltar para a Europa e estou ouvindo que está ficando uma loucura. Eu não gosto disso", afirmou.

Veja também

Cristiano Araújo ganhará álbum póstumo com músicas inéditas
Homenagem

Cristiano Araújo ganhará álbum póstumo com músicas inéditas

Participantes do Big Brother deixam hotel e seguem em direção à casa do reality
Reality Show

Participantes do BBB 21 deixam hotel e seguem em direção à casa