Cultura+

"Sem Volta” estreia na Record com aventuras de um grupo de montanhistas

O roteiro é de Gustavo Lipsztein, diretor do longa “Tensão em Alto Mar” (2002) e da série “1 Contra Todos” (Fox)

Capacitação é feita em parceria com o TER-PE e será realizada, nesta quinta (17), em Santa Cruz do CapibaribeCapacitação é feita em parceria com o TER-PE e será realizada, nesta quinta (17), em Santa Cruz do Capibaribe - Foto: Divulgação

 

Estreia hoje a série de ação e suspense “Sem Volta” (Record). Em 13 episódios, a produção vai narrar a aflição vivida por um grupo de montanhistas que se perde na mata após uma tempestade. O roteiro é de Gustavo Lipsztein, diretor do longa “Tensão em Alto Mar” (2002) e da série “1 Contra Todos” (Fox). A direção é de Edgard Miranda. No elenco, Ângelo Paes Leme, Flávia Monteiro, Silvio Guindane, Claudia Mauro e outros.

A série será exibida de segunda a sexta-feira, sempre às 22h30. “Já tivemos outras séries na emissora, como ‘Conselho Tutelar’, mas com menos episódios. Essa é a primeira produção com padrões norte-americanos. Tem 13 episódios, o que configura uma temporada. A criação é do Gustavo Lipsztein, brasileiro radicado nos EUA, que tem experiência em produções do tipo”, explica o diretor Edgard Miranda, que assina todos os capítulos da atração.

As referências norte-americanas são diversas. Como em “Lost” (2004-2010), os personagens estão perdidos em uma selva, e a história de cada um é apresentada por meio de flashblacks. Como em “Walking Dead”, cada personagem vai mostrando quem é verdadeiramente conforme os acontecimentos se desenrolam. “Claro que não há zumbis, mas a série mostra que você só conhece realmente alguém nos momentos de adversidade. Todos estarão sempre juntos e têm algo a esconder. Na hora do pânico, vira um salve-se quem puder”, diz o diretor.

Na história, o grupo segue para uma escalada na Agulha do Diabo, com mais de 2.000 metros de altura, no Parque Nacional da Serra dos Órgãos, em Teresópolis (RJ). O guia Yordi (Silvio Guindane) percebe que o clima não está bom, mas não avisa os outros escaladores. “O guia está para ser preso por dever pensão alimentícia, por isso decide encarar a subida. O problema é que os montanhistas são pegos por uma tempestade de níveis bíblicos. Obrigados a antecipar a descida, eles chegam em terra feridos e sem saber exatamente onde estão, já que as marcas das trilhas foram destruídas pela chuva”, adianta o diretor. Logo no início da história, o grupo já perde um de seus líderes, que morre. Com isso, os mais fortes e experientes se veem obrigados a tomar a frente da situação.

Sem dublês
A série “Sem Volta” (Record) é de ação, mas não contou com a participação de dublês nas gravações - uma equipe esteve por perto apenas para dar orientação e deixar os atores mais seguros. “Fizemos um treinamento que começou 20 dias antes, com o montanhista Julio Campanella. Ele nos apresentou o material de escalada e, depois, treinamos as cenas que seriam filmadas. Até o câmera da equipe era alpinista. Gravamos em alturas consideráveis e até dentro da água”, conta o ator Roger Gobeth. “Campanella é o Pelé do montanhismo. Ele já escalou os picos mais altos do mundo”, completa o diretor da trama, Edgard Miranda.

 

Veja também

Rock in Rio: festival completa a escalação de seus palcos principais; veja programação
MÚSICA

Rock in Rio: festival completa a escalação de seus palcos principais; veja programação

Tony Ramos tem alta do CTI, está lúcido e 'apresenta melhora progressiva', diz boletim médico
SAÚDE

Tony Ramos tem alta do CTI, está lúcido e 'apresenta melhora progressiva', diz boletim médico

Newsletter