Cultura+

Séries interrompidas fazem sucesso na Netflix

E quando você se apaixona pela série mas ela acaba de repente?

Deputado federal Fernando Filho (DEM-PE)Deputado federal Fernando Filho (DEM-PE) - Foto: Divulgação

A plataforma de vídeos online Netflix ampliou sua rede de acessos no Brasil. São várias as opções no menu, entre categorias e subcategorias, os usuários podem escolher  comédia, drama, ficção, suspense e vários outros estilos. Mas e quando você clica em uma série nova, se apaixona por ela e percebe que não tem continuação? Muitos fãs ficam frustrados com a notícia.

Listamos alguns desses seriados que não se deram tão bem na telinha, mas que são um sucesso no serviço de streaming.

1 - Freaks and Geeks
Lançada em 1999, a série se passa nos subúrbios da cidade industrial americana Detroit nos anos 80. Ela retrata a história de adolescentes (seus dramas e comédias) na época do colegial e tem como protagonistas os irmãos Lindsay e Sam Weir, que representam ambos os setores “excluídos” do estereotipado High School americano: “a turma do fundão” e os “nerds”. Pode até parecer clichê, mas o enredo é bastante elogiado pela crítica e o elenco é composto de atores renomados na atualidade: James Franco, Seth Rogen, Jason Segel, Linda Cardellini, Samm Levine, Martin Starr e Busy Phillips.
 
Mesmo com apenas uma temporada, a designer Luciana Barbosa, 30 anos, resolveu conferir a série. “Eu vi pela Netflix e desde o início eu sabia que não tinha continuação. Mas ainda assim eu achei que valia a pena, por ter gostado da sinopse e por ter um jovem elenco que depois ganhou fama”, explicou ao portal FolhaPE. “A série deixa esse gostinho de quero mais. O final é bem aberto e você fica imaginado como a Lindsay se saiu depois da temporada. Se ela continua com o espírito rebelde e as consequências positivas e negativas disso”, relatou. “Às vezes a gente sente a vontade de uma continuação, de uma nova temporada. Mas tem muitas séries que se perdem justamente nisso. Eu não esticaria demais Freaks and Geeks”, ponderou.
 
2 - Friends With Benefits
 Com apenas 13 episódios e uma única temporada, Friends With Benefits é clássica comédia romântica que fala sobre um casal de melhores amigos – Ben (Ryan Hansen) e Sara (Danneel Ackels) - que decidem “ficar” de vez em quando. O público, contudo, torce para que eles virem um casal. Esse clássico final, já esperado pelos espectadores, jamais acontece.
 
3 - Witches of East End
Com um toque de “Da Magia à Sedução”, filme estrelado por Sandra Bullock e Nicole Kidman, a série ‘Witches od East End’ que fala sobre as bruxas Beauchamps – Ingrid (Rachel Boston), Freya (Jenna Dewan), Joanna (Julia Ormond) e Wendy (Mädchen Amick) - teve duas temporadas e deixou saudades. A última terminou com um final pronto para a terceira, que nunca chegou. Houve até um abaixo-assinado online pedindo para a Lifetime (emissora que exibiu o seriado originalmente) desse uma conclusão ao conto.
 
“Tivemos bons números de assinatura, mas a emissora não nos atendeu e não renovou a série. Ficamos chateados com a decisão e infelizmente ficamos sem saber o desfecho final”, comentou o técnico em Informática, Raphael Menezes, 33 anos. Nesse caso, a notícia boa é que os fãs podem ler a história em livros, já que a série é baseada na trilogia da autora Melissa de La Cruz: “As Feiticeiras de East End”, “O Beijo da Serpente” e “Winds of Salem” (que ainda não tem tradução para o português). “Até então, nada sobre o lançamento do livro no Brasil. Estamos no aguardo”, explicou. A série em livro já tem spin-off com os livros Triple Moon, que se passa dez anos após a conclusão da primeira parte.
 
4 - Terra Nova
A série Terra Nova, de Steven Spielberg, não deslanchou. Ela conta a história de sobreviventes da Terra em uma época futura e sem recursos para a humanidade, mais precisamente o ano de 2149. Na esperança de mudar o futuro, expedições de pessoas são enviadas à época dos dinossauros, entre elas a família Shannon - o pai Jim (Jason O’mara), a mãe Elisabeth (Shelley Conn) e os filhos Josh (Landon Liboiron), Maddy (Naomi Scott) e Zoe (Alana Mansour).

Na época do cancelamento, em 2011, especulou-se que a Netflix poderia dar uma continuação ao seriado, o que não ocorreu. Atualmente, com a mesma pegada há a recém-lançada “The Travelers”, original do canal virtual, que traz a história de “viajantes” que voltam ao passado atual para tentar salvar o mundo de um futuro apocalíptico.

5 - The Following
The Following traz o protagonista Ryan Hardy (Kevin Bacon), agente do FBI que investiga uma seita de ‘serial killers’ criada por Joe Carroll (James Purefoy). O grupo de criminosos se forma a partir de um suposto legado do poeta e escritor americano Edgar Allan Poe, cujos contos e poemas fazem parte da obsessão do antigo professor universitário. Com duas temporadas exibidas pela Warner Channel no Brasil em 2013 e 2014, o seriado não tem um final e a corrida de Hardy para prender Carroll não tem fim. O desenvolvimento das personagens e a conexão com a literatura mórbida de Poe fazem a série valer a pena, em especial na primeira temporada.

Veja também

Cantor sertanejo morre em acidente de carro após assinar primeiro contrato com gravadora
Acidente

Cantor sertanejo morre em acidente de carro após assinar primeiro contrato com gravadora

Susana Vieira lança biografia e revela qual o maior papel da carreira
televisão

Susana Vieira lança biografia e revela qual o maior papel da carreira

Newsletter