Show em Pernambuco traz memória viva do Dire Straits

Turnê do Dire Straits Legacy, formada por alguns dos ex-integrantes da banda, chega nesta sexta-feira (5), a partir das 21h30, ao Teatro Guararapes

Banda foi retomada após festival na Itália, em 2013, e recorda sucessos como 'Brothers in Arms' e 'So Far Away'Banda foi retomada após festival na Itália, em 2013, e recorda sucessos como 'Brothers in Arms' e 'So Far Away' - Foto: Maria Grazia/Divulgação

A ideia do Dire Straits Legacy, cuja turnê latinoamericana chega a Pernambuco nesta sexta-feira (5), no Teatro Guararapes, é tentar se afastar do clichê de "banda tributo". O grupo é formado por integrantes originais da banda britânica criada na década de 1970, que participaram de formações variadas ao longo da trajetória dos Dire Straits. E vêm mantendo vivas canções como "Money for Nothing", "So Far Away", "Sultans of Swing", "Tunnel of Love" e "Walk of Life".

Além do Grande Recife, eles vão se apresentar em Belo Horizonte, Florianópolis, Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo, Goiânia e Brasília, indo na sequência para Santiago (Chile) e Buenos Aires (Argentina).

Os fãs poderão conferir as presenças de Alan Clark (tecladista que gravou o mitológico álbum “Brothers in Arms"), Phil Palmer (responsável pela direção musical, guitarra e voz, e que integrou a banda de 1990 a 1992), Jack Sonni (também guitarrista, que esteve no grupo entre 1985 a 1988, período do lançamento e turnê de “Brothers in Arms”), Mel Collins (saxofonista renomado que esteve nos Dire Straits de 1983 a 1985 e tocou no famoso “Alchemy Live Album”), Trevor Horn (lenda do baixo) e Steve Ferrone (considerado por muitos o maior baterista de rock vivo do mundo). Somaram-se a eles os italianos Marco Caviglia (voz e guitarra) e Primiano Dibiase (teclados).

Leia também:
Luizinho de Serra festeja aniversário e 'forró de raiz' com shows no Recife
Marcelo Falcão, Nação Zumbi e Hungria
Colecionador de discos descobre gravação inédita de João Gilberto
Artista espanhol Farroyo lança disco com pocket show no Recife 

A banda ressurgiu quando seu núcleo se reuniu para tocar, pelo prazer de estarem juntos novamente, a convite de Marco Caviglia, num festival no norte da Itália, em 2013. Milhares de pessoas subiram a montanha para participar daquele momento, com cinco apresentações com ingressos esgotados, que se tornaram o ponto de partida para a retomada do grupo.



Contactados pela reportagem da Folha de Pernambuco, os músicos se mostraram bastante animados com a turnê no Brasil. "A recepção que tivemos anteriormente é memorável, e a acolhida calorosa é sempre apreciada por toda a banda", disse Phil Palmer, que explicou que o set de músicas está sendo adaptado para tornar-se ainda mais dançante. Todos os artistas já estiveram anteriormente em nosso país, menos Jack Sonni, que brincou dizendo que vai buscar "uma esposa nova" por aqui.

Serviço:
"Tour 2019 - Dire Straits Legacy"

Teatro Guararapes (Centro de Convenções de Pernambuco)
Nesta sexta-feira (5), às 21h30
A partir de R$ 92 (balcão, meia-entrada), à venda na bilheteria do teatro, lojas Ticketfolia e site Eventim
Informações: (81) 3182-8020

Veja também

Vencedora do Jabuti, Cida Pedrosa une o épico com a cultura popular
Literatura

Vencedora do Jabuti, Cida Pedrosa une o épico com a cultura popular

'A gente não passa ileso', diz Mariana Xavier após receber críticas a seu corpo
Corpo

'A gente não passa ileso', diz Mariana Xavier sobre críticas