Silva apresenta show do disco 'Brasileiro' no Recife

Cantor capixaba Silva traz ao Teatro Boa Vista a turnê do álbum 'Brasileiro', em que ele vai da bossa nova ao axé, com direito a dueto com Anitta

Cantor Silva abraça os sons brasileiros em novo discoCantor Silva abraça os sons brasileiros em novo disco - Foto: Wilmore Oliveira/Divulgação

Envolvido profissionalmente com a música desde 2012, o cantor Silva conseguiu chegar aos 30 anos com o nome fincado entre os mais elogiados representantes dessa safra atual da MPB. A nova idade, comemorada em julho, trouxe também mudanças em sua identidade enquanto artista. Depois de um início de carreira influenciado por ritmos estrangeiros, o capixaba lançou "Brasileiro", seu quinto álbum, no qual ele mergulha de cabeça na sonoridade de sua terra. O show deste novo trabalho chega ao Recife nesta sexta-feira (31), às 21h30, no Teatro Boa Vista.

"Minha carreira reflete sempre o que estou vivendo na minha vida. Não faço um personagem e estou sempre nesse esforço de não separar o Silva do palco e o Silva da rua. Me sinto muito mais maduro do que era quando me lancei, em todos os sentidos mesmo. Hoje sou um músico muito mais dedicado do que fui no começo", comenta o artista, em entrevista à Folha de Pernambuco. Na capital pernambucana, ele se apresenta acompanhado de Lucas Arruda (baixo, synth e piano) e Hugo Coutinho (bateria e programações).

Ao longo de 13 faixas, o mais recente disco de Silva tenta compreender como o brasileiro enxerga a si mesmo. "(O álbum) Fala sobre todo mundo querer ir embora daqui sem tentar contribuir para que as coisas evoluam de alguma forma. Esse é o sentimento do disco", explica. Longe de apresentar uma visão pessimista sobre a atual situação do País, o músico entrega canções solares, que buscam expressar a beleza dessa nossa brasilidade.

Leia também:
Silva é a voz que se firma na nova MPB
Fernanda Takai traz show intimista ao Recife
Avine Vinny conversa sobre o DVD em PE, tatuagens e maratona de shows


"Já viajei para muitos lugares do mundo, mas gosto do Brasil, apesar dos pesares, e acredito que temos uma música de dar orgulho, que já foi tão relevante como o jazz e outras criações mundiais. Acho importante que num momento de caos e péssimas previsões para o futuro, que alguém tente trazer alguma esperança, caso contrário, a balança descamba para o lado mais negativo", aponta.

As influências sonoras do disco, no entanto, não ficam presas somente aos ícones da MPB. Em músicas como "Caju", "A cor é rosa" e "Guerra do amor" é possível perceber que as referências vão desde a bossa nova até o axé dos anos 1990, passando por uma parceria com a cantora Anitta.



"Fui criado no pé do morro, num bairro periférico de Vitória, chamado Consolação. Sempre ouvi de tudo. Na rua da minha casa tinha escola de samba, baile funk, igreja evangélica, terreiro de umbanda e muita música tocando alto. Minha mãe é professora de música e me colocou para estudar música com dois anos de idade. Então, cresci tocando violino para tirar nota boa no conservatório e ouvindo Deize Tigrona ao fundo. Cresci sem essas barreiras de gênero musical", relembra.

">

A concepção de "Brasileiro" é fruto do processo de imersão que o capixaba fez na obra da cantora Marisa Monte, em 2016, quando lançou "Silva Canta Marisa". "Marisa virou minha amiga e quando viro amigo de alguém deixo que essa pessoa me influencie com as coisas boas que ela tem. Ela me ensinou muita coisa sem precisar dizer muito. Perdi o medo de dizer que sou apaixonado pela voz do João Gilberto e de querer tocar violão melhor do que tocava antes. Essa turnê cantando Marisa me fez perceber que posso ser um músico bem melhor do que já havia sido", confessa.

Serviço

Show do álbum "Brasileiro", de Silva
Nesta sexta-feira (31), às 21h30
No Teatro Boa Vista (rua Dom Bosco, 551, Boa Vista)
Quanto: R$ 100 e R$ 50 (meia-entrada)
Informações: (81) 2129-5961

Veja também

Em sua maior edição, Música Mundo anuncia série de entrevistas como parte de suas atividades
Música

Em sua maior edição, Música Mundo anuncia série de entrevistas como parte de suas atividades

Anitta entra na lista oficial de músicas da posse de Joe Biden e Kamala Harris
Celebridades

Anitta entra na lista oficial de músicas da posse de Joe Biden e Kamala Harris