série

'Sob Pressão - Plantão Covid' vai mostrar 'passado recente' e 'feridas abertas'

As gravações foram feitas em agosto com mais de 90% das cenas ocorrendo em um hospital de campanha cenográfico

Personagem da série 'Sob Pressão'Personagem da série 'Sob Pressão' - Foto: Divulgação/Globo

Com dois episódios, o especial "Sob Pressão - Plantão Covid" chega à Globo na próxima terça-feira (6). Como o título aponta, a série médica vai se debruçar sobre a pandemia do coronavírus. As gravações foram feitas em agosto com mais de 90% das cenas ocorrendo em um hospital de campanha cenográfico, montado especialmente para a série. Com área de mais de 1.000 metros quadrados, ele tinha 32 leitos de enfermaria e 12 de CTI cenográficos.

"Estamos retratando como foi há pouquíssimos meses", explica o diretor artístico Andrucha Waddington. "Um passado tão recente que ainda está totalmente ligado aos nossos dias atuais."

"O tema saúde é muito curioso: as histórias sociais entram de ambulância na ficção e ali há uma catarse, com os assuntos sendo expostos, capazes de mostrar todas as feridas abertas", avalia.

"Não tive dúvidas de que a gente tinha que colocar a pandemia, essa crise sanitária, na nossa história, exatamente pela conexão e pelo diálogo que a série tem com a realidade", avaliou o autor Lucas Paraizo. "E, principalmente, porque isso faz com que o público tenha um olhar diferenciado para esses profissionais de saúde."

Na trama, Carolina (Marjorie Estiano) e Evandro (Julio Andrade) são convocados a trabalhar em um hospital de campanha no Rio. Serão mostradas as histórias de pacientes enfrentando o vírus e, como de costume, os dramas pessoais e profissionais da equipe médica.

"'Sob Pressão' é uma obra de dramaturgia que cumpre a missão não só de entreter, mas também de conscientizar e aproximar realidades", avalia Marjorie Estiano. "Amo todos os aspectos de 'Sob Pressão', mas o lugar da série que mais gosto é quando ela aponta a esperança. E a edição especial traz, sim, pinceladas de esperança que dão algum conforto."

"Para a edição especial, fizemos um recorte da pandemia e estamos contando a história de profissionais de saúde e pacientes que, na minha opinião, são de utilidade pública", diz Julio Andrade. "Trazemos muitas coisas que precisam ser ditas e que estamos, através da ficção, sublinhando."

A mini-temporada também vai desvendar um pouco do passado de Evandro, mostrando flashbacks os motivos que o levaram a virar médico. A mãe do personagem, Penha, é interpretada por Fabiula Nascimento, enquanto a versão mais jovem do personagem é vivida por Ravel Andrade, irmão mais novo de Julio na vida real.

Além da dupla de protagonistas, voltam à série Décio (Bruno Garcia), Charles (Pablo Sanábio), Vera (Drica Moraes), Keiko (Julia Shimura) e Rosa (Josie Antello). Entre os novos personagens, estão o neurocirurgião Mauro (David Junior) e a enfermeira Marisa (Roberta Rodrigues).

Já entre interpretando pacientes, estão nomes como os dos atores Marcos Caruso, Kelzy Ecard, Marcello Melo Junior, Heslaine Vieira, Luellem de Castro e Francisco Rocha.

Veja também

SP terá estátua de Tebas, o homem escravizado que comprou sua liberdade como arquiteto
Arte

SP terá estátua de Tebas, o homem escravizado que comprou sua liberdade como arquiteto

Zé Neto compartilha foto sem camisa e mostra perda de peso
famosos

Zé Neto compartilha foto sem camisa e mostra perda de peso