Socialite que chamou filha de Gagliasso de 'macaca' vai à julgamento

Dayane disse nas redes sociais que não entendia por qual motivo as pessoas "ficavam no Instagram do Bruno Gagliasso, elogiando aquela macaca"

Bruno Gagliasso e a filha  TitiBruno Gagliasso e a filha Titi - Foto: Instagram / reprodução

A socialite Dayane Alcântara Couto de Andrade, conhecida como Day McCarthy, será julgada mesmo sem estar presente por conta de insultos racistas proferidos em 2017 contra Titi, a filha de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank.

A mais recente movimentação no processo dá conta de que o juiz Leonardo Grandmasson Ferreira Chaves, da 32ª Vara Cível do Rio de Janeiro, considera que a ré foi citada por edital e não apresentou contestação. Portanto, por não ser encontrada, foi nomeado um curador especial para a defesa dela, que deverá ser julgada mesmo sem estar presente. A data para que isso ocorra não foi comunicada. O valor por danos morais pedido pelo casal seria de R$ 180 mil.

Leia também:
Processo de R$ 20 milhões contra Gusttavo Lima é adiado por problemas tecnológicos
Polícia investiga perfis nas redes sociais que acusaram Ludmilla de traição


Na ocasião, ela disse nas redes sociais que não entendia por qual motivo as pessoas "ficavam no Instagram do Bruno Gagliasso, elogiando aquela macaca" e ainda falou que "a menina é preta, tem cabelo horrível, de bico de palha, e tem um nariz de preto, horrível". No mesmo momento Gagliasso e Ewbank iniciaram o processo contra ela que corre na Justiça até hoje.

Day McCarthy é conhecida na internet por se envolver em polêmicas com famosos. Dentre esses momento destaque para uma confusão ocorrida com a cantora Anitta. Na mesma época da agressão contra Titi a socialite acusou Anitta de usar drogas. A cantora negou a informação e disse que lamentava "profundamente que calúnias absurdas a seu respeito provenientes de correntes de seguidores e likes em redes sociais possam tirar o foco do preconceito, do crime repugnante de racismo e homofobia praticado contra crianças."

Em 2018, McCarthy foi agredida por uma brasileira durante show da cantora Anitta no Royal Albert Hall, em Londres. Mas não foi a primeira vez que Day aprontou na internet. Filhos de famosos como Ana Hickmann e Roberto Justus também já foram alvos de seus ataques gratuitos.

Depois, assustada com as críticas que ela própria passou a receber, Day McCarthy desativou seu perfil no Instagram. Mas reativou-o poucos dias depois e começou a dizer que também seria negra, feia e discriminada. Também pediu perdão e alegou estar sob o efeito de remédios quando proferiu as ofensas.

Veja também

Saiba o que muda para Hollywood agora que a China bateu os EUA em bilheteria
Audiovisual

Saiba o que muda para Hollywood agora que a China bateu os EUA em bilheteria

A psicodelia moderna de Petrônio e as Criaturas em novo Ep
Música

A psicodelia moderna de Petrônio e as Criaturas em novo Ep