Sony adquire participação de Michael Jackson em sua editora musical

A empresa disse que fechou a compra depois de reunir as condições estabelecidas pela lei

Fala ComigoFala Comigo - Foto: Divulgação

A Sony informou, nesta sexta-feira (30), que fechou em 750 milhões de dólares a aquisição da participação que Michael Jackson tinha na empresa, que possui um vasto catálogo de sucessos musicais. Em março, a companhia japonesa anunciou que havia comprado 50% da participação que Michael Jackson tinha na Sony ATV Music Publishing, que conta com os direitos de milhões de títulos.

A Sony disse em um comunicado que fechou a compra depois de reunir as condições estabelecidas pela lei, incluindo a aprovação regulatória. A Comissão Europeia anunciou em 2 de agosto passado que havia aprovado a operação, ao se assegurar de que não afetará a concorrência no mercado musical.

Michael Jackson se fez ativo na indústria da edição musical quando chegou a ser uma estrela na década de 1980, depois de uma conversa que teve com o ex-Beatle Paul McCartney, que lhe explicou a importância destas companhias, que obtêm e distribuem direitos autorais aos compositores.

Em 1995, a Sony ATV Music Publishing constituiu uma empresa conjunta entre Michael Jackson e a Sony, que é proprietária não só dos direitos das canções do falecido rei do pop, mas de outros grupos e músicos lendários incluindo Beatles, Marvin Gaye e Bob Dylan. Também estão canções de estrelas jovens como Kanye West, Pharrell Williams e Lady Gaga. A Sony disse que o acordo não afetará o total de lucros que a companhia receberá no ano.

Veja também

Claudia Leitte terá trio elétrico nos Estados Unidos e comandará Carnaval no país em 2021
famosos

Claudia Leitte terá trio elétrico nos Estados Unidos e comandará Carnaval no país em 2021

Manifesto com Chico Buarque quer aproximar autores de língua portuguesa
artistas

Manifesto com Chico Buarque quer aproximar autores de língua portuguesa