Stand up tipicamente nordestino

Comecei a pensar no espetáculo em 2015, junto ao meu pai, que dirigiu a maior parte dos quadros

Humorista leva “Cócegas no cérebro” ao Teatro Boa VistaHumorista leva “Cócegas no cérebro” ao Teatro Boa Vista - Foto: Divulgação

 

Filho do humorista Shaolin, que faleceu no ano passado, Lucas Veloso aprendeu com o pai a fazer as pessoas rirem. “Ele (o pai) me ensinou que humor não é só contar piada. O público quer ver algo mais. Além das mil caretas e vozes engraçadas, aprendi com ele que a novidade deve estar sempre no palco”, afirma o ator, que chega ao Recife com seu mais recente espetáculo. “Cócegas no cérebro” aporta no Teatro Boa Vista (rua Dom Bosco, 551), neste sábado (28), às 20h30 - os ingressos custam R$ 50 e R$ 25 (meia).

No show, Lucas alia o stand up ao típico humor nordestino, com direito a imitações de celebridades. “Comecei a pensar no espetáculo em 2015, junto ao meu pai, que dirigiu a maior parte dos quadros. O título, inclusive, vem da definição que ele tinha do humor: fazer cócegas no cérebro”,diz.

Aos 20 anos, o paraibano vive um momento de ascensão. Depois de cair nas graças do público com seu papel em “Velho Chico”, ele foi escolhido para ser o Didi do remake de “Os trapalhões”, que a Globo está preparando para 2017. “Ainda não posso dizer muito sobre o projeto, apenas que, como fã do Renato Aragão, é uma honra”.

 

Veja também

Campanha quer aproximar população da literatura de cordel
Literatura de cordel

Campanha quer aproximar população da literatura de cordel

Simone e Simaria dão selinho durante show no BBB 21 e dividem internautas
BBB 21

Simone e Simaria dão selinho durante show no BBB 21 e dividem internautas