Cultura+

Stand up tipicamente nordestino

Comecei a pensar no espetáculo em 2015, junto ao meu pai, que dirigiu a maior parte dos quadros

Humorista leva “Cócegas no cérebro” ao Teatro Boa VistaHumorista leva “Cócegas no cérebro” ao Teatro Boa Vista - Foto: Divulgação

 

Filho do humorista Shaolin, que faleceu no ano passado, Lucas Veloso aprendeu com o pai a fazer as pessoas rirem. “Ele (o pai) me ensinou que humor não é só contar piada. O público quer ver algo mais. Além das mil caretas e vozes engraçadas, aprendi com ele que a novidade deve estar sempre no palco”, afirma o ator, que chega ao Recife com seu mais recente espetáculo. “Cócegas no cérebro” aporta no Teatro Boa Vista (rua Dom Bosco, 551), neste sábado (28), às 20h30 - os ingressos custam R$ 50 e R$ 25 (meia).

No show, Lucas alia o stand up ao típico humor nordestino, com direito a imitações de celebridades. “Comecei a pensar no espetáculo em 2015, junto ao meu pai, que dirigiu a maior parte dos quadros. O título, inclusive, vem da definição que ele tinha do humor: fazer cócegas no cérebro”,diz.

Aos 20 anos, o paraibano vive um momento de ascensão. Depois de cair nas graças do público com seu papel em “Velho Chico”, ele foi escolhido para ser o Didi do remake de “Os trapalhões”, que a Globo está preparando para 2017. “Ainda não posso dizer muito sobre o projeto, apenas que, como fã do Renato Aragão, é uma honra”.

 

Veja também

Documentário "Céu de Lua, Chão de Estrelas" estreia com sessão no Cinema do Museu
Lançamento

Documentário "Céu de Lua, Chão de Estrelas" estreia com sessão no Cinema do Museu

Pré-venda de 'Jurassic World Domínio' começa em 23 de maio
Filmes

Pré-venda de 'Jurassic World Domínio' começa em 23 de maio