Audiovisual

Steven Spielberg e Netflix se unem em projeto que mira novos sucessos do streaming

Produtora do cineasta americano fecha acordo com a plataforma e promete lançamentos anuais

Cineasta Steven Spielberg fecha parceria com a NetflixCineasta Steven Spielberg fecha parceria com a Netflix - Foto: AFP

A Netflix e a produtora Amblin Partners, liderada pelo cineasta americano Steven Spielberg, anunciaram uma parceria para produção de novos conteúdos da plataforma. O acordo foi divulgado nesta segunda (21) nas redes sociais da Netflix.

"Estamos emocionados em anunciar que a empresa do lendário cineasta produzirá anualmente muitos filmes para a Netflix", diz o tuíte publicado pela plataforma.

Conhecido por sucessos como "E.T. O Extraterrestre", "A Lista de Schindler" e "Jurassic Park", Spielberg também poderá dirigir alguns dos longas da parceria. 

"Na Amblin, as histórias estarão sempre no centro de tudo o que fazemos. Desde que Ted [Sarandos] e eu começamos a discutir uma parceria, ficou muito claro que tínhamos uma oportunidade incrível de contar novas histórias e alcançar o público de novas maneiras", afirmou Spielberg num comunicado à imprensa.

O novo acordo anunciado, que mira fazer novos sucessos do streaming, não irá interferir no contrato da Amblin com a Universal Pictures, renovado por pelo menos mais cinco anos, em 2020.

A data do início da produção dos longas da parceria da Netflix com a Amblin Partners ainda não foi revelada. 

Em 2015, a Netflix deu início à produção de conteúdos originais, com dez longas e duas séries. No ano seguinte, o número dobrou. Cinco anos depois, os originais ultrapassaram a marca de cem. Atualmente, a plataforma tem ganhado cada vez mais atenção de grandes premiações, incluindo o Oscar e o Globo de Ouro.

Spielberg, aliás, já rendeu polêmicas ao criticar a participação de serviços de streaming no Oscar.

Veja também

História de Marielle Franco é retratada em HQ
Homenagem

História de Marielle Franco é retratada em HQ

Navios com cargas ilícitas saem dos portos sem dizer aonde vão, diz autor do livro 'Oceano Sem Lei'
LIVRO

Navios com cargas ilícitas saem dos portos sem dizer aonde vão, diz autor do livro 'Oceano Sem Lei'