Discovery Channel aposta na onda do 'faça você mesmo' em novo reality show

Programa 'Batalha Makers Brasil', que tem novos episódios aos domingos, conta com dois pernambucanos entre os participantes - Edgar Andrade é jurado, e Ana Borba, uma das concorrentes

Marcelo Tas (apresentador) e os jurados, Ricardo Cavallini, Rita Wu e Edgar AndradeMarcelo Tas (apresentador) e os jurados, Ricardo Cavallini, Rita Wu e Edgar Andrade - Foto: Discovey Channel/Divulgação

O canal Discovery Channel que já tem seu nome conhecido no mercado por produzir conteúdo de qualidade baseado na vida real, em coprodução com a Academia de Filmes, produtora de conteúdo de entretenimento, está inovando cada vez mais na área dos realities shows. Agora com o programa "Batalha Makers Brasil" que reúne seguidores da onda DIY (Did It Youself ou Faça Você mesmo) os chamados “Makers” ou “Fazedores” para realizar projetos de autoprodução.

Mostrando que sabem realmente fazer por eles mesmos as mais diversas tarefas que incluem desde programação de computadores, marcenaria, robótica, cálculos e até relacionamentos interpessoais o programa reúne dez competidores de todo o Brasil na faixa etária entre os 19 e 50 anos de idade.

Os competidores, ou Makers, encaram desafios que variam entre individuais e em grupo e são avaliados a cada episódio, pois além de sua criatividade os competidores têm que trabalhar seu desenvolvimento em grupo e sua capacidade de improviso diante de situações inusitadas. Todos estão em busca do prêmio de R$ 50 mil destinados ao ganhador no fim do programa.

Leia também:
Pernambucano é jurado de competição de makers na TV
As mães da televisão e a ruptura de estereótipos
Série sobre animais estreia nova temporada no Discovery Kids


"Batalha Makers Brasil" entrou no ar em 28 de abril e está em exibição pela sua terceira semana. A programação conta com de episódios novos aos domingos por volta das 18 horas e, durante a semana, as reprises podem ser assistidas nos seguintes horários: 4h38 do domingo para as segundas-feiras; das 22h54 às segundas-feiras, nas madrugadas de segunda-feira para terça-feira às 3h47, às terças-feiras duas vezes ao dia às 8h50 e às 14h40, e aos sábados às 13h50.

O programa possui uma hora de duração por episódio e conta com uma equipe especialista na onda Faça Você Mesmo. Sob direção de Fabio Ock e produção de Paulo Roberto Schmidt o programa tem uma equipe que reúne Marcelo Tas, formado em engenharia civil pela Universidade de São Paulo (USP), como apresentador, e três jurados.

Rita Wu é arquiteta e designer, além de pesquisadora e fiel ativista do movimento Maker; Ricardo Cavallini, fundador da Makers, plataforma de educação e inovação, e Edgar Andrade, este último o fundador do primeiro laboratório de fabricação digital do Nordeste, o Fab Lab Recife.

Sob o olhar crítico destes três nomes do DIY no Brasil, os dez competidores (atualmente oito) tem que realizar os desafios que lhe são apresentadas de forma prática e criativa, tal como se espera de um bom Maker, e aquele que pontuar menos durante o episódio será eliminado ao término do mesmo.

Competidores do 'Batalha Makers Brasil' em ação

Competidores do 'Batalha Makers Brasil' em ação - Crédito: Discovey Channel/Divulgação



Edgar Andrade, como representante pernambucano e jurado do programa, contou para a Folha de Pernambuco como foi convidado a participar: “Heloisa Neves é uma parceira incrível desde que começamos o projeto do Fab Lab Recife. Ela me indicou para a produtora da Academia de Filmes, que estava selecionando quem seria jurado para o programa (...) Foi uma surpresa quando recebi a ligação com o convite para fazer um teste em São Paulo e mais ainda quando fui selecionado”.

De acordo com Edgar, a cultura Maker ainda não conversa com a cultura Nerd e é necessário estourar essa bolha, incentivar as pessoas a cada vez mais saber resolver seus problemas com autonomia e criatividade, sem medo de ousar e de explorar suas ideias individuais. Nesse sentido, o "Batalha Makers Brasil" pode ser uma ferramenta muito importante.

Concorrente pernambucana

Ana Borba, pernambucana de 47 anos, uma das criadoras da Lixiki, é uma das concorrentes maker do programa. Ela relatou que conheceu a cultura DIY e o significado que poder participar no programa teve para si: “Conheci a cultura maker desde que Edgar Andrade levou o Fab Lab pra Recife e me identifiquei porque observei uma possível sinergia com as manualidades (...) desenvolvo produtos com lixo há mais de 15 anos e turbinar e misturar nossas técnicas com tecnologias digitais agrega tanto no produto final, quanto no engajamento social. Fui para 'Batalha Makers Brasil' a fim de imergir nesse mundo e concretizar essa mistura.” O programa tem caráter de entretenimento, mas carrega todo o peso de uma cultura que busca por disseminação e alcance social.

Veja também

'M.E.M.E da Comédia' chega ao TNT para escolher o melhor humorista do Brasil
Humor

'M.E.M.E da Comédia' chega ao TNT para escolher o melhor humorista do Brasil

Nove participantes avançam à semifinal do reality "The Voice Kids"
Música

Nove participantes avançam à semifinal do reality "The Voice Kids"