Pernambucano é jurado de competição de makers na TV

Um dos principais ativistas do Movimento Maker no País, Edgar Andrade é fundador do primeiro laboratório de fabricação digital do Nordeste, o Fab Lab Recife

Edgar Andrade (e), ao lado dos outros jurados do programa,Rita Wu e Ricardo CavalliniEdgar Andrade (e), ao lado dos outros jurados do programa,Rita Wu e Ricardo Cavallini - Foto: Reprodução/Instagram Discovery

O pernambucano Edgar Andrade é um dos jurados do “Batalha Makers Brasil”, série que desafia dez participantes em provas que envolvem tecnologia e criatividade na disputa por R$ 50 mil, além do título de melhor Maker do Brasil. Sob o comando do apresentador Marcelo Tas, o programa estreia neste domingo (28), às 18h, no Discovery Channel, na TV por assinatura. Um dos principais ativistas do Movimento Maker no País, Edgar é fundador do primeiro laboratório de fabricação digital do Nordeste, o Fab Lab Recife.

Com diferentes habilidades, os participantes têm entre 19 e 50 anos e vão encarar batalhas individuais e desafios em grupo ao longo dos oito episódios do programa. Ao final de cada programa, um maker será "deletado". A decisão de quem será eliminado será feita pelo trio de jurados, que reúne Edgar, a designer Rita Wu e o educador maker Ricardo Cavallini.

Leia também:
Zumbis, voyeurismo e dançoterapia: as novas tendências da TV
Fab Lab Recife realiza Virada Maker com palestras e oficinas


O "Batalha Makers Brasil" aposta na onda de DIY (Do It Yourself ou Faça Você Mesmo, em tradução livre), que atrai cada vez mais seguidores mundo afora. No programa, os makers precisam mostrar que entendem de tudo um pouco - ou muito. Entre os desafios, programação de computadores, marcenaria, robótica, núimeros, cálculos e relacionamentos interpessoais. Para realizarem o trabalho, os makers terão à disposição um laboratório completo com ferramentas como cortadoras a laser, impressoras 3D e os mais diversos materiais, de peças novas a muita sucata.

Estreia
O primeiro programa do "Batalha Makers Brasil" começa com uma prova individual. Os participantes terão apenas quatro horas para criar uma cadeira a partir de um projeto básico oferecido pela produção. Essa cadeira será utilizada por eles próprios durante toda a temporada. A chapa de madeira vem com um gabarito pré-cortado, mas eles precisam incrementar o projeto, com elementos que traduzam a sua personalidade, além de agregar um acessório funcional escolhido no laboratório.

A segunda batalha da estreia é em grupo e Marcelo Tas dará ao vencedor da prova anterior a vantagem de escolher quais serão seus colegas de equipe. Os dois times devem dar vida a uma máquina de pinball, criando as próprias peças e dispositivos eletrônicos para irem além do protótipo fornecido. Ao menos um item feito na impressora 3D deve ser utilizado. O prazo é de apenas sete horas e, ao final desse período, o trio de jurados vai “deletar” um dos makers.

Os makers
Ana Borba– Engenheira Civil e especialista em Upcycling, 47 anos
Deriel Huber- Estudante de Eng. Mecânica, 24 anos
Djalma Ladim– Marceneiro e Designer de Produto, 42 anos
Gabriel Checchinato - Estudante de Eng. Mecatrônica, 19 anos
Iane Cabral– Designer de Wearables, 29 anos
Marcio Okabe - Origamista e Educador Maker, 50 anos
Maurício Oliveira– Prof. Arquitetura e Urbanismo, 36 anos
Febronio – Cenotécnico e Artista Audiovisual, 45 anos
Rafael Arevalo– Maker, 31 anos
Sol Santin– Artista Multimídia e Maker, 46 anos

Veja também

'M.E.M.E da Comédia' chega ao TNT para escolher o melhor humorista do Brasil
Humor

'M.E.M.E da Comédia' chega ao TNT para escolher o melhor humorista do Brasil

Nove participantes avançam à semifinal do reality "The Voice Kids"
Música

Nove participantes avançam à semifinal do reality "The Voice Kids"