'Tito e os pássaros' é um dos destaques do Animage no São Luiz

Sessão será neste domingo (19), às 15h45. O filme mistura fantasia, ficção científica e aventura para fazer observações críticas crítica sobre a sociedade atual

Cena do filme 'Tito e os pássaros'Cena do filme 'Tito e os pássaros' - Foto: Divulgação

Há uma imagem fascinante e sugestiva em "Tito e os pássaros", animação assinada por Gustavo Steinberg, Gabriel Bitar e André Catoto; por causa do medo, as pessoas se tornam pedras, seres imóveis que não conseguem resistir diante do temor.

É através dos gêneros fantasia, ficção científica e aventura que "Tito e os Pássaros", apresenta uma interessante observação crítica sobre a sociedade atual. O filme será exibido neste domingo (21), durante o Animage - Festival Internacional de Animação de Pernambuco, no Cinema São Luiz, às 15h45 (ingressos por R$ 5).

O longa conta a história de Tito, um jovem que se envolve em um acidente durante uma das experiências do pai: uma máquina para se comunicar com os pássaros. A invenção seria uma forma de salvar a sociedade, pois, segundo o pai de Tito, as aves escondem um segredo importante para nossa sobrevivência. Uma explosão faz com que os pais de Tito se separem e o garoto tenta, nos anos seguintes, refazer a criação do pai.

"O filme surgiu a partir da ideia inicial do Eduardo e do Gustavo", diz André Catoto, que assina a direção e o design dos personagens. "A partir do argumento, que tinha a ver com a questão de um surto de medo pela cidade, que fazia as pessoas infectadas pelo medo se transformarem em pedra, em cima disso começamos a desenvolver essa história. É uma ideia muito visual: a pessoa petrificada pelo medo, o medo influenciando ao ponto de fazer a pessoa de fato virar pedra. Essa imagem foi o fio condutor para costurar a animação", detalha.

Leia também:
Cineasta francesa Anäis Caura fala sobre seu processo criativo no Animage
'A cidade dos piratas' e 'Guaxuma' são destaques do Animage
Crítica: 'Legalize já' mostra a formação da banda Planet Hemp


Esse medo faz todos ficarem paralisados, em casa, agindo sem pensar. "É o medo que a gente vive no dia a dia, com a mídia controlando a sociedade e transformando o medo em moeda de troca, monetarizando o medo, afastando as pessoas do convívio social, fazendo elas viverem reclusas, dentro de seus apartamentos, condomínios. Por isso que a gente queria falar com as crianças sobre isso: esperamos que elas aprendam isso e consigam mudar essa cultura do medo", explica André.

"Hoje o medo está presente. O medo está sendo construído como linha política para conseguir votos, o medo está aproximando as pessoas ao uso de armas. O medo dos excluídos, dos que são diferentes. Então o filme é mais que atual: é um alerta. Queremos dialogar com essas pessoas", ressalta André. Essa estratégia é realçada pela estética, recorrendo às propostas de estilo do expressionismo alemão. "O expressionismo foi uma das nossas referências. Através do expressionismo, conseguimos distorcer conforme nosso arco dramático vai se acentuando", reforça.

Vozes originais



As vozes dos personagens são feitas por atores importantes: Denise Fraga, Mateus Solano, Matheus Nachtergaele e Otávio Augusto. "A gente fez a voz original, que é diferente da dublagem. Na voz original a gente grava primeiro os atores, e eles conseguem gerar uma série de expressões que alimentam nossos animadores com referências. Na dublagem, o filme está pronto e o ator interpreta. Então fizemos o inverso: a parte do áudio primeiro, trabalhando a questão da naturalidade, e em cima disso os atores criam os personagens com a gente", explica André.

Através desse método, os atores ofereceram opiniões importantes para a construção desses personagens. "A Denise Fraga é impressionante. Captou a personagem e entregou muita coisa para a gente trabalhar. O [Mateus] Solano é extremamente técnico e profissional. Conseguiu gerar elementos para o antagonista que a gente não tinha pensado inicialmente, apresentando várias soluções que incorporamos ao filme. E [Matheus] Nachtergaele nem precisa falar: ele é uma referência inacreditável no cinema", detalha.

Veja também

Lucas ganha imunidade no BBB 21 e se junta a mais seis que não podem ir ao Paredão
BBB 21

Lucas ganha imunidade no BBB 21 e se junta a mais seis que não podem ir ao Paredão

Brothers se encontram após primeiro dia separados no BBB 21
Reality

Brothers se encontram após primeiro dia separados no BBB 21