Música

Tom Jobim e Chico Buarque têm manuscrito de última letra vendido por R$ 30 mil

"É uma relíquia, uma peça de museu", afirmou Alberto Youle, organizador do leilão

Chico Buarque, cantor e compositorChico Buarque, cantor e compositor - Foto: Leo Aversa/Divulgação

"Um documento para a história da música brasileira." É assim que a Leilão de Colecionismo, do Rio de Janeiro, apresenta o manuscrito de "Piano na Mangueira", samba escrito a quatro mãos por Tom Jobim e Chico Buarque. Foi a última parceria entre os músicos.

O item foi leiloado nesta terça por R$ 30 mil depois de receber cerca de 600 visitas em sete dias e um lance único.
"É uma relíquia, uma peça de museu", afirmou Alberto Youle, organizador do leilão. "É possível ver tintas diferentes, a letra de um e a letra de outro."

Em 1992, a Mangueira homenageou Tom Jobim, que foi o tema da escola na Sapucaí. Tom, em troca, compôs "Piano na Mangueira", em que exalta a escola, e pediu a letra ao mangueirense Chico Buarque.

Veja também

"Esquecidos por Deus": espetáculo baseado em livro de Cícero Belmar estreia no Recife
Teatro

"Esquecidos por Deus": espetáculo baseado em livro de Cícero Belmar estreia no Recife

Bruno Mars: Podpah convida cantor após anúncio de show beneficente
PODCAST

Bruno Mars: Podpah convida cantor após anúncio de show beneficente

Newsletter