Uma volta às origens nordestinas com 'Sivirino com I e o Deus da Pedra do Navio

O escritor paraibano Judivan Vieira lança novela satírica neste sábado (17), no Mercado da Madalena

Judivan Vieira, escritorJudivan Vieira, escritor - Foto: Divulgação

Amaldiçoado pelo pai por ter ceifado a vida da mãe durante o parto, Sivirino vaga pelo mundo, viajando no tempo, questionando tudo e todos. Alguns dos questionados: Jesus, Buda, Maomé e Alá. Em formato de novela satírica, o paraibano Judivan Vieira lança "Sivirino com I e o Deus da Pedra do Navio" neste sábado (17), a partir das 11h, no Canto Sertanejo, no Mercado Público da Madalena.

"Ao trazer um personagem típico do cenário sertanejo nordestino, pretendi resgatar um gênero que já foi bastante popular, principalmente nos trabalhos do meu conterrâneo Ariano Suassuna", comenta Judivan, de 54 anos. O escritor iniciou a carreira literária em 1997, com livros jurídicos.

Nascido no seio de família humilde do sertão da Paraíba, aos cinco anos se mudou para Brasília. Após diversos empregos como vendedor, foi aprovado no concurso público para o Superior Tribunal de Justiça. Logo após, foi aceito para os quadros da Advocacia-Geral da União, no qual exerce o cargo de Procurador Geral. "Me voltei para as narrativas pois senti a necessidade de contar histórias", diz o escritor.

Leia também:
Os caminhos insólitos da literatura de André Balaio
Literatura fantástica à brasileira em primeiro livro original lançado na CCXP
Relação abusiva retratada com complexidade no livro 'É assim que acaba'

Mesmo levantando a questão de que pessoas com nomes diferentes sofrem bullying, Judivan Vieira não vê o gênero satírico como uma forma direta de combate à temas complexos. "Não tive como objetivo fazer as pessoas chorarem com esta obra, e sim sorrirem", admite. Além de Ariano Suassuna, enxerga em José de Alencar uma de suas principais influências. "Li 'Iracema' em 1974, então com 11 anos. Meu pai era pedreiro e minha mãe era lavadeira, e sempre me estimularam a ler e a estudar".

Tendo feito recentemente uma viagem ao seu local de nascimento, o sítio Dois Riachos, próximo a cidade de São José de Caiana, Judivan confessa o objetivo de se voltar a sua identidade com "Sivirino com I...". "É uma retomada de minhas origens, tanto do gênero quanto de minha própria trajetória, afinal", finaliza.

Serviço:

Lançamento da novela satírica "Sivirino com I e o Deus da Pedra do Navio"
Editora Chiado, R$ 45
Neste sábado (17), a partir das 11h
Mercado Público da Madalena (R. Real da Torre, s/n)

Veja também

Edu Guedes celebra um mês na Band e diz que não parou após acidente por causa da filha
Televisão

Edu Guedes celebra um mês na Band e diz que não parou após acidente por causa da filha

Mostra de Cinema de Belo Horizonte terá sessões online
Cinema

Mostra de Cinema de Belo Horizonte terá sessões online