Warner ainda não decidiu se vai adiar estreia de 'Sully', sobre pouso forçado

Filme é inspirado no caso real de um acidente aéreo que ocorreu em janeiro de 2009 em Nova York

André Régis (PSDB), em entrevista à Rádio FolhaAndré Régis (PSDB), em entrevista à Rádio Folha - Foto: Julya Caminha/Folha de Pernambuco

A Warner, distribuidora do filme "Sully: O Herói do Rio Hudson", ainda não decidiu se irá adiar a estreia do longa no Brasil, que estava prevista para essa quinta (1º), na mesma semana em que houve o acidente com os jogadores da Chapecoense, na Colômbia.

Isso porque o filme de Clint Eastwood, que tem Tom Hanks como protagonista, é inspirado no caso real de um acidente aéreo que ocorreu em janeiro de 2009 em Nova York.

O avião comercial da US Airways se chocou com um grupo de gansos, que danificaram o motores e fizeram o piloto realizar um pouso de emergência no rio Hudson minutos após a decolagem. Todos os tripulantes foram resgatados com vida.

A reportagem entrou em contato com a Warner e foi informada que a decisão ainda não foi tomada pela matriz, em Los Angeles.

Veja também

Artes visuais: como curadores e galeristas escolhem novos talentos no Recife
Artes Visuais

Artes visuais: como curadores e galeristas escolhem novos talentos no Recife

Após desfalcar The Voice Kids, Claudia Leitte volta como jurada em versão sênior do programa
disputa musical

Após desfalcar The Voice Kids, Claudia Leitte volta como jurada em versão sênior do programa