Bê-a-bá Gourmet

Vanessa Lins

ver colunas anteriores
Chef paraibano é um dos principais nomes em evento local
Chef paraibano é um dos principais nomes em evento localFoto: Divulgação

Está rolando até o dia 17 de março a versão 2019 do Festival Gastrô Pernambuco Bom de Mesa, no Shopping Recife, desenvolvido em parceria com o chef César Santos, do Oficina do Sabor. A programação consiste em mais de 30 aulas show gratuitas no mall com chefs conhecidos local e nacionalmente. O time dos visitantes é formado pelo italiano Roberto Ravióli (Empório Ravióli), o francês Erick Jacquin (do MasterChef Brasil) e pelo paraibano Batista, o fiel (e carismático) escudeiro de Claude Troisgros em todas as suas empreitadas gastronômicas, com quem farei participação em sua aula no dia 12, às 15h.

Já o time de chefs locais dá uma amostra do agitado cenário gastronômico local: Thiago Chagas, do Reteteu Comida Honesta; Pedro Godoy, do Wiella Bistrô; Claudemir Barros, do Oleiro; Carmen Virgínia, do Altar Cozinha Ancestral; e Yuri Machado, do Cá-Já, além do próprio organizador César Santos.

Cada aula, com degustação no final, tem capacidade para 60 pessoas. Esta é a terceira edição do evento, que ainda conta com programação infantil e concurso gastronômico para estudantes da área. Todas as informações do evento podem ser conferidas no site.

ASSÉDIO CUSTOU CARO
Após ser acusado de assédio sexual por funcionárias, o chef americano Mario Batali, 58, deixou o comando de sua rede de restaurantes. As denúncias, de dezembro de 2017, fizeram os empreendimentos sofrerem boicotes. Agora, as 16 unidades do grupo serão administradas por uma nova empresa, comandada por Tanya Bastianich Manuali. O chef também está vendendo as suas ações na rede de empórios Eataly (Folhapress).

DE MALA E CUIA
No próximo dia 23, o Instituto Ceres abre sua nova sede com o curso de introdução ao universo cervejeiro. A estrutura será na rua Jader Almeida, no comecinho das Ubaias, em Casa Forte, e será toda dedicada aos estudos em torno da breja. Por enquanto, serão duas salas de aula teórica, uma de aula prática, mais loja de insumos e beer garden. Em tempo. O Ceres da Ilha do Leite, que tinha apenas uma sala, deixa de funcionar.

ORGÂNICOS: MITOS E VERDADES

A nutricionista e consultora da Banca do Ramon (São Paulo), Juliana Tomandi, esclarece alguns pontos sobre os alimentos orgânicos, dá uma olhada: Não precisa lavar: Mito. Mesmo livres de agrotóxicos, precisam ser higienizados; São rastreados: Verdade. A rastreabilidade é uma exigência das certificadoras, todo alimento possui uma identificação quem contém informações, como o local de origem, tratos culturais aplicados e a lavoura que foi colhido; Ajudam a emagrecer: Mito. Não existe qualquer relação com uso de produtos tóxicos com o emagrecimento.

COMO SABER SE É ORGÂNICO?
O Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica (SisOrg) fornece um selo que garante que a origem do alimento é livre de estimulantes químicos, porém, o processo de obtenção deste certificado pode demorar um pouco, então, vale a pena investigar de onde veio o produto. Entretanto, além dessa dificuldade de identificar se é orgânico ou não, muitas pessoas não sabem onde encontrá-los.

*É editora do caderno Sabores e escreve quinzenalmente neste espaço. Instagram: @quintopecado

veja também

comentários

comece o dia bem informado: