20º FestCine começa nesta segunda-feira
20º FestCine começa nesta segunda-feiraFoto: Secult PE

Nesta segunda-feira (3), começa o 20º Festival de Curtas de Pernambuco - FestCine. Gratuito, o evento é realizado pelo 20º ano consecutivo e exibirá 64 curtas pernambucanos até o próximo sábado, no Cinema São Luiz, no Recife. Este ano, o festival homenageia o ex-programador Arlindo Gusmão e a jornalista Graça Araújo, que faleceu no último mês de setembro. Matheus Lins, coordenador geral do FestCine, destaca a importância e a força do encontro.

"São 20 anos ininterruptos da realização de uma das janelas mais importantes de difusão dos curtas pernambucanos. O evento vem, ao longo desse tempo, acompanhando todo o processo de construção de pensar e fazer cinema no nosso Estado", ressalta Matheus.

Este ano, o Festival bateu o recorde de incrições, contabilizando 209 ao todo. Os curtas selecionados concorrem a uma premiação total no valor de R$ 66,5 mil. Neste montante, consta também o prêmio inédito no Festival, o Ciario/Conne que concederá ao filme eleito pelo Juri Oficial como "melhor curta de Pernambuco", um crédito na empresa Naymar de R$ 8 mil em locação de equipamentos de iluminação, acessórios e maquinaria para uma futura obra audiovisual.

Para Matheus, a premiação em forma de equipamento é também uma forma de incentivar a continuidade de produção. "Com os equipamentos, o ganhador já pode começar a pensar em produções futuras, o que vai estimular ainda mais a produção na região", afirma. Ainda de acordo com Matheus, outro destaque dessa edição do FestCine é a quantidade de videoclipes inscritos. Em 2017, foram registradas 19 isncrições, número que saltou para 73 neste ano. "O aumento de videoclipes também é um indicador das novas tendências do cenário musical do estado, que está em crescimento. Os artistas lançam as músicas já pensando no videoclipe de divulgação", pontua.

A mostra competitiva é formada por 64 filmes de todas as macrorregiões de Pernambuco e traz uma diversidade de temas, estéticas, narrativas e formas de construção. "Não houve uma temática estabelecida para o 'aceite' dos filmes inscritos. Porém, foi percebido que grande parte dos curtas abordam a temática da resistência e da diversidade em diversos aspectos, como a cultural, de gênero, entre outras. Nesta edição, o festival investiu também em acessibilidade. No sábado, duas sessões especiais serão realizadas. A primeira, às 17h, apresenta, em parceria com Alumiar/Fundação Joaquim Nabuco, dois filmes com audiodescrição e outros recursos de acessibilidade comunicacional: o curta "Frequências", de Adalberto Oliveira, e o longa "O Auto da Compadecida", de Guel Arraes

Cena do documentário 'Eu Sou Lamento'

Cena do documentário 'Eu Sou Lamento' - Crédito: Camilla Santos Dias/Divulgação

   Eu Sou Lamento

Um dos curtas concorrentes é o documentário "Eu Sou Lamento", que apresenta a influência do bloco afro Lamento Negro dentro do cenário musical desenvolvido em Pernambuco. Contendo relatos de personagens fundamentais para a fundação do bloco ao longo de 30 anos, o documentário aborda o auge, com a disseminação do movimento Manguebeat, além do momento e da estrutura atual. Dirigido por Almir Cunha, estudande de Jornalismo, o produto conta com a participação de Osmair José, Marcela Coutinho, Tyago Bianchi, Camilla Santos Dias e Antônio Gabriel Machado, também estudantes. A exibição do curta será na sexta-feira, às 19h, no Cinema São Luiz.

Serviço:
20º Festival de Curtas de Pernambuco - FestCine
Quando: De 3 a 8 de dezembro. A abertura, na segunda-feira (3), será às 19h
Onde: Cinema São Luiz (r. da Aurora, 175, Boa Vista)
Entrada Gratuita

Programação Geral 20º Festcine by Folha de Pernambuco on Scribd

veja também

comentários

comece o dia bem informado: