Produção conta a história de quatros meninos que vivem na periferia do Recife
Produção conta a história de quatros meninos que vivem na periferia do RecifeFoto: Divulgação

Para falar sobre "Transmídia" no trabalho de conclusão de curso da especialização em Estudos Cinematográficos, Erickson Marinho, graduado em Cinema de Animação, resolveu criar o "Guerreiros da Rua", uma história contada através de três produtos. Baseada na infância de Erick, a obra é composta por um filme de média metragem, uma HQ e um videoclipe. Nesta segunda-feira, às 19h30, o filme será exibido no Cinema São Luiz, no centro do Recife. Para Erickson, diretor do projeto, levar uma obra sua ao São Luiz é um grande feito. "O Cinema São Luiz foi o primeiro cinema que frequentei. Levar essa produção, que retrata a minha infância, ao primeiro cinema em que pisei é de um orgulho e honra sem fim", afirmou.

Misturando fantasia e realidade, a história, recheada de metáforas, retrata a infância vivida na periferia e é ambientada nos anos 1990, trazendo referências dos desenhos da época, como "Cavaleiros do Zodíaco" e "Caverna do Dragão". São quatro meninos que constroem as suas próprias brincadeiras. Através da imaginação, eles se envolvem desafios nas ruas da comunidade onde moram, a Ilha de Santa Terezinha, na área central do Recife. "A fantasia se mistura com a realidade no momento em que o monstro adquire significados pessoais, além de ser apenas um vilão personificado. O monstro se apresenta como o medo de perder os amigos, o medo da solidão e até mesmo o medo de perder a imaginação", destacou o diretor. Formado por moradores da comunidade da Ilha de Santa Terezinha, alguns dos atores faziam parte da Associação de Apoio à Criança e ao Adolescente (AACA), e é a primeira vez que eles participam de um projeto audiovisual. "O universo do cinema é uma novidade para todos eles, mas, mesmo assim, eles se saíram muito bem. Terminou sendo uma grande revelação!", brinca Erickson.

Produção conta a história de quatros meninos que vivem na periferia do Recife

Produção conta a história de quatros meninos que vivem na periferia do Recife - Crédito: Divulgação


Leia também:
Aplicativo brasileiro, MateRate ajuda a escolher filmes e séries


O filme, o videoclipe e a HQ, apesar de complementares, são independentes entre si. "Quem conhecer apenas um dos produtos, vai entender normalmente, mas quem tiver acesso aos três, terá uma visão mais abrangente da história", pontua o cineasta. O quadrinho, com roteiro de Erickson Marinho e Ary Santa Cruz, desenhos de Jota Mendes e cores de Marília Feldhues está disponível online, através dos sites Issu, Zinnes, Webtoons, Tapas e HQs Brasileiras. A versão impressa pode ser adquirida no site Craft Comic Books, plataforma dedicada a autores independentes que produz HQs de forma artesanal, o que reduz o custo da produção.

O videoclipe com a canção tema do média metragem, composta por Everton Marinho e interpretada por Flávio Soares, e o trailer do filme estão disponíveis no Youtube. "O trailer foi pensado para parecer uma chamada da 'Sessão da Tarde', que também marcou a infância", finalizou.



SERVIÇO:

Sessão do filme "Os Guerreiros da Rua"
Nesta segunda-feira, às 19h30
Cinema São Luiz (rua da Aurora, 175, Boa Vista)
Ingressos: R$ 5 (Valor único)

veja também

comentários

comece o dia bem informado: