App da Netflix
App da NetflixFoto: Matthew Keys / Flickr Creative Commons

A Netflix adotou no Brasil, nesta semana, uma medida que já havia anunciado para seus mercados europeus: a empresa vai diminuir a qualidade do streaming durante a pandemia de coronavírus, período no qual o uso de internet está significativamente maior, já que as pessoas estão passando mais tempo em casa.

De acordo com a assessoria da empresa, a mudança deve ser implementada em todo o território nacional em até dois dias. Na União Europeia, onde a pandemia está em estado mais avançado, autoridades já haviam feito um apelo a plataformas de streaming para que ajudassem a manter a estabilidade das redes de internet do bloco. A Netflix acatou o pedido.

Leia também:
Ministério da Saúde irá ampliar para 22,9 milhões total de testes para novo coronavírus
Globoplay reduzirá a qualidade de resolução do streaming após crescimento de consumo
Amazon libera acesso a filmes e séries infantis durante pandemia


"Imediatamente nós desenvolvemos, testamos e implantamos uma maneira de reduzir o tráfego da Netflix nas redes em 25% -começando pela Itália e Espanha, que estavam experimentando o maior impacto. Dentro de 48 horas, atingimos essa meta, então passamos a implantar este procedimento no resto da Europa e no Reino Unido", informou a vice-presidente de entrega de conteúdo da empresa, Ken Florance, em comunicado.

A medida não significa que os clientes deixarão de ter acesso à alta definição dos filmes e séries de seu catálogo. Na prática, apenas as frequências mais altas de exibição de cada pacote contratado -Ultra Alta Definição, Alta Definição e Definição Padrão- deixarão de ser disponibilizadas.

"Em circunstâncias normais, temos muitos (às vezes dezenas) de pedidos de exibição diferentes para um único título em cada uma das resoluções disponíveis. O que fizemos na Europa, pelos próximos 30 dias, foi simplesmente remover as frequências mais altas de exibição em cada categoria", explica o comunicado. "Se você estiver particularmente sintonizado com uma qualidade de vídeo específica, poderá notar uma ligeira diminuição na qualidade em cada resolução."

No Brasil, a Netflix se junta a outras plataformas que já haviam anunciado medidas para auxiliar na estabilidade das redes de internet do país. A Globoplay adotou política semelhante para o período de quarentena, assim como o serviço de aluguel de filmes e séries Looke. O Facebook foi outro serviço que diminuiu a a qualidade de vídeo na América Latina para combater o congestionamento.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

veja também

comentários

comece o dia bem informado: