Presidente Jair Bolsonaro
Presidente Jair BolsonaroFoto: Isac Nóbrega/PR

Monica Iozzi, Alinne Moraes, Patrícia Pillar e outros famosos se manifestaram na noite desta terça-feira (24) indignados com o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Ele criticou o fechamento de escolas para combater a epidemia do novo coronavírus, atacou governadores e culpou a imprensa pelo que considera clima de histeria instalado no país.

Muitos dos famosos pediram a saída do presidente pela hashtag #ForaBolsonaro.
Monica Iozzi publicou uma foto em sua conta no Instagram de Bolsonaro no esgoto e escreveu: "Somos governados por um homem desequilibrado, incompetente e que não dá a mínima para a vida dos brasileiros. A sanidade mental de Bolsonaro tem que ser contestada", escreveu.

Leia também:
Secretários de Saúde se manifestam após pronunciamento de Bolsonaro
Bolsonaro pede calma e diz que país vencerá novo coronavírus

A atriz Alinne Moraes publicou o vídeo do pronunciamento e se mostrou chocada. "Ordem e Progresso do Corona". Ela voltou a usar o #EleNão, usado pelos críticos de Bolsonaro na campanha.

Luis Lobianco pediu que os seguidores que concordem com o que foi dito por Bolsonaro deixem de segui-lo. "Se você está de acordo com o que foi dito por Bolsonaro no pronunciamento de hoje, por favor deixe de me seguir. Ato de um genocida, irresponsável e aqui não há espaço para esse tipo de cumplicidade". A atriz Fabíula Nascimento foi de acordo com a publicação e postou o mesmo em sua conta do Instagram.

Usando o Twitter para se posicionar, celebridades como Di Ferrero, cantor da Nx Zero, deram suas declarações: “Como um presidente pode ser tão insensível e lunático. No momento que temos que nos unir ele confude e separa. Vamos continuar juntos em casa em respeito a todos que tem mais risco. Está comprovado que é o jeito mais rápido e eficaz de combater e enfrentar essa situação”.

As atrizes Leandra Leal e Patrícia Pillar não fizeram diferente em criticar e questionar o atual presidente no Twitter: “A gente vai continuar se cuidando, Bolsonaro. A gente vai continuar valorizando empresários e políticos que olham pelos seus, que sabem que sozinhos não são ninguém. A gente vai sobreviver a você. Mas vamos nos lembrar. Pra sempre”, comentou Leandra Leal. E Patrícia Pillar traz um questionamento para a rede: “A pergunta que fica: o presidente pode usar a rede nacional para fazer um pronunciamento que é contra o interesse/saúde da população”.

Em contrapartida, teve também artista que se manifestou a favor do presidente, engajados tanto na campanha de Jair Bolsonaro, quanto nos pronunciamentos do presidente, como o cantor Netinho, que foi um dos poucos que se mostrou favorável ao discurso, com a declaração: "PQP, esse é o Bolsonaro que eu conheço, no qual eu votei, e que está levando o Brasil ao lugar que é dele no mundo!".

A atriz e atual secretária de Cultura, Regina Duarte, também se mostrou a favor e publicou em sua conta no Instagram mensagem sobre o pronunciamento do presidente. Na postagem, ela destacou a frase dita pelo presidente: “Nós não podemos extrapolar a dose porque com o desemprego a catástrofe será maior”. Em seguida, Regina escreve: “Para quem não entendeu a visão de Bolsonaro, ele está certíssimo!”.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: