Kleber Mendonça Filho é o diretor de longas como "Aquarius" e "O Som ao Redor"
Kleber Mendonça Filho é o diretor de longas como "Aquarius" e "O Som ao Redor"Foto: Divulgação

O pernambucano Kleber Mendonça Filho -diretor dos longas "Aquarius" e "O Som ao Redor"- é o novo coordenador de cinema do IMS (Instituto Moreira Salles) do Rio de Janeiro e da nova sede, que abre em São Paulo em julho de 2017. O cineasta substitui o crítico José Carlos Avellar, morto em março.

Kleber Mendonça Filho, que será responsável pela programação das salas do IMS no Rio e em São Paulo e pela definição dos lançamentos da coleção de DVDs do Instituto, foi coordenador de cinema da Fundaj (Fundação Joaquim Nabuco) durante 18 anos.

O cineasta pediu o desligamento da Fundaj -decisão que "vinha sendo pensada há quase dois anos"- neste ano devido a dificuldades em conciliar a agenda de realizador com os compromissos diários com a fundação.

A sede paulista do IMS conta com um auditório de 150 lugares para exibições de filmes e concertos.

Fotografia

A biblioteca do novo instituto terá 230 metros quadrados e será especializada em publicações fotográficas e com capacidade para 30 mil títulos -10 mil livros ficarão na parte aberta ao público, enquanto o restante será alocado numa reserva técnica. 

Uma coleção completa com os 135 números da revista Novidades Fotoptica, os cem primeiros números do Boletim Foto Cine Clube Bandeirante; os 11 números da Revista de Fotografia, são alguns dos títulos da biblioteca de Thomaz Farkas que vão estar no IMS Paulista.


A fotógrafa Stefania Bril, cujas imagens, como as de Thomaz Farkas, também fazem parte do acervo fotográfico do IMS, terá parte de seu acervo bibliográfico no local. São mais de mil títulos selecionados pela autora.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: