Mostra "Uma Coisa Linda"
Mostra "Uma Coisa Linda"Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Cem cabeças-vermelhas se espalham pelo chão. Feitos de bronze, os pequenos pássaros feitos pelo artista plástico Efrain Almeida representam parte de sua trajetória pessoal e que se confunde com a história de tantos outros nordestinos. Cearense, Efrain se mudou para o Sudeste do País em 1976.

Os pássaros, branco, preto e vermelho, são uma analogia ao percurso. No norte são chamados de cabeças-vermelhas; no sul, cardiais; migrantes ano a ano em busca do melhor clima para se viver. Esse é o contexto da mostra “Uma Coisa Linda” que chega ao Recife neste sábado (29) na Galeria Massangana, da Fundação Joaquim Nabuco, em Casa Forte, a partir das 16h. Não é preciso pagar nada para ver.

A interjeição que dá nome ao projeto foi dita pelo pai de Efrain após a primeira instalação, no Rio de Janeiro. O pai do artista faleceu poucos meses depois, mas a potência afetiva do projeto permanece. “Estão todos arranjados aleatoriamente sobre o piso, tal como certa vez o pai do artista os viu pousados e reunidos, alimentando-se do que havia no chão do quintal de sua casa. Efrain Almeida tenta reconstruir como cena suspensa no tempo, em tentativa sempre frustrada, mas simbolicamente potente, de que tal arranjo, testemunhado por um breve instante pelo pai, não seja disperso”, descreve o curador da obra, Moacir dos Anjos.

Desde o fim de 2014, a instalação já percorreu cidades como São Paulo, Fortaleza e Salvador, mas Efrain garante: “Em cada lugar eles ficam de uma forma diferente para que eles conversem com o ambiente e com cada um que passar por ali”. Se as obras começam com um sentido confessional, pouco a pouco, durante a elaboração do trabalho, elas vão ganhando um sentido mais amplo. “Meu trabalho tem muito uma relação autobiográfica, mas procuro uma ligação com uma história coletiva, para que o trabalho possa ser amplo e abrangente, para se dar toque ao outro”, idealiza. “Não da pra ter controle absoluto, mas considero o entorno da imagem, o contexto, imaginando que cada um vá chegar a sua própria conclusão”.

Além dos cabeças-vermelhas, dois beija-flores poderão ser vistos em repouso sob dois galhos, quase como um adendo, uma breve continuação da delicadeza da composição. A maioria de suas peças era feita, até então, principalmente em madeira. “Foi um processo de adaptação. Como os pés dos pássaros eram muito frágeis para serem feitos em madeira, esculpimos um modelo, criamos o molde e construímos daí. Com cuidado para que elas permanecessem a textura (de feitas) à mão”, conta.

Serviço:
“Uma Coisa Linda”, de Efrain Almeida
Quando: Até dia 22 de junho.
Onde: Galeria Massangana, Fundação Joaquim Nabuco na Avenida 17 de Agosto, 2187
Informações: 3073-6260
Entrada gratuita
Agendamento de visitas educativas: 3073-6272 / 3073-6331 / 3073-6385 ou educativo.museudohomem@fundaj.gov.br .

Mostra "Uma Coisa Linda"
Mostra "Uma Coisa Linda"Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco
Efrain Almeida, artista plástico
Efrain Almeida, artista plásticoFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

veja também

comentários

comece o dia bem informado: