Fabiana Karla conta com o apoio do diretor Rodrigo César e do produtor Tom Nogueira
Fabiana Karla conta com o apoio do diretor Rodrigo César e do produtor Tom NogueiraFoto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Trabalhando há quase 30 anos como atriz e com uma carreira reconhecida nacionalmente, Fabiana Karla nunca havia sido chamada para participar de um filme pernambucano. A falta de convite, no entanto, não impediu que a artista resolvesse experimentar o gosto do cinema local. Cercada de conterrâneos, ela encara a missão de levar uma de suas personagens mais famosas para a tela grande no filme "Lucicreide vai pra Marte", que está sendo gravado no Recife e em Olinda.

Leia também:
Fabiana Karla viverá enfermeira em novo programa de Miguel Falabella
Primeiro trabalho da atriz Fabiana Karla como diretora é exibido neste domingo no Cine PE
Whindersson, Tom Cavalcante, Tirullipa e De Luca juntos em comédia
Filme retrata busca do equilíbrio por meio da yoga


Em visita a um dos sets de filmagens, no Centro de Convenções, a Folha de Pernambuco conversou com a comediante sobre o novo projeto. A ideia de produzir o filme nasceu do encontro de Fabiana com o diretor Rodrigo César, que por mais de dez anos esteve à frente do programa de humor "Papeiro da Cinderela", exibido em emissoras locais.

"Demorei muito para protagonizar algo no cinema. Queria fazer uma coisa que tivesse a minha cara mesmo. Então, quando o Rodrigo apareceu lá no Rio com a proposta de fazermos um filme juntos, em 2015, começamos a pensar em como colocar minha energia nisso", conta.

A troca de ideias entre a dupla e os roteiristas Chico Amorim, Cadu Pereiva e Dadá Coelho resultou em um enredo bastante ousado. No longa-metragem, depois de perder o controle da casa e dos cinco filhos, Lucicreide aceita participar de uma missão que levará a primeira pessoa ao Planeta Vermelho.

Abandonada pelo marido, Lucicreide (Fabiana Karla) perde o controle dos cinco filhos

Abandonada pelo marido, Lucicreide (Fabiana Karla) perde o controle dos cinco filhos - Crédito: Júlia Equi/Divulgação

"O primeiro desafio que Fabiana colocou foi fazer uma comédia diferente de tudo que a gente já viu. Desafiados por ela, a gente trouxe essa ideia de fazer a personagem ir para Marte, porque há um dilema emocional. É uma viagem sem volta", explica Rodrigo.

Terminadas as gravações em Pernambuco, que já estão em sua terceira semana, a equipe segue para Orlando, nos Estados Unidos, em janeiro. Por lá, serão rodadas cenas no Kennedy Space Center, o parque da Nasa. A ZQuatro Studio, que produz a obra, ficará responsável por todos os efeitos especiais que serão vistos na tela.

"A gente faz uma sátira aos grandes clássicos de ficção cientifica. É um filme bastante rico em efeitos especiais, com computação gráfica e 3D, que é uma coisa que o diferencia das outras comédias nacionais", diz o produtor Tom Nogueira. Coproduzido pelas empresas 20th Century Fox, Telecine e Globo Filmes, com distribuição da Downtown Filmes, o longa conseguiu o maior valor já disponibilizado pela Agência Nacional do Cinema (Ancine) para uma produção fora do eixo Rio-São Paulo. A verba é de R$ 5.698.792.

"Nós temos aqui em Pernambuco um cinema muito expressivo. Mas acho que nossa comédia é um outro lado que também será legal mostrar. Acho que não poderia gravar essa história em outro local", aponta Fabiana. Conhecida por causa do programa humorístico "Zorra Total", Lucicreide foi criada por Fabiana ainda na adolescência. "Ela é todas as mulheres que passaram pela minha vida. Peguei um pouco de cada uma delas", afirma. Para levar a personagem ao cinema, a atriz foi buscar inspiração nessa origem.

"Eu me despi de qualquer vaidade para que ela viesse. Deixei Fabiana de lado e fiquei assim: cabelos ao vento, unhas sem fazer e pouquíssima maquiagem. Acredito que essa mulher tem vida na face e eu não podia camuflar isso", diz. Também estão no elenco Adriana Briolli, Leandro da Matta, Cacau Hygino, Lucy Ramos, Isio Ghelman, Jeison Wallace, Isaac Du Vine, Dona Irene e outros. A estreia é prevista para o fim do primeiro semestre de 2018. 

Fabiana Karla conta com o apoio do diretor Rodrigo César e do produtor Tom Nogueira
Fabiana Karla conta com o apoio do diretor Rodrigo César e do produtor Tom NogueiraFoto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco
Auditório do Centro de Convenções foi transformado em set de filmagens
Auditório do Centro de Convenções foi transformado em set de filmagensFoto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

veja também

comentários

comece o dia bem informado: