Frame do clipe, com desenho de Eduardo Souza a partir da imagem de Cannibal, do Devotos
Frame do clipe, com desenho de Eduardo Souza a partir da imagem de Cannibal, do DevotosFoto: Divulgação

O coração de roqueiro do animador e professor Marcos Buccini pulsou mais forte quando ele soube da possibilidade de fazer um videoclipe de animação para a músicaEu o declaro meu inimigo”, uma das faixas de “O Fim Que Nunca Acaba”, novo disco da banda Devotos, expoente do punk rock-hardcore recifense.

A curiosidade em torno do videoclipe – que teve pré-estreia,fora de competição, no festival Animacine do ano passado – termina nesta sexta-feira (18), quando ele será divulgado no YouTube, a partir da meia-noite. Antes disto, às 19h, o trabalho que envolveu 127 artistas num esforço de criação colaborativa será exibido no Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (Mamam), onde está em cartaz a exposição "A Arte É Um Manifesto - 30 Anos de Devotos…". Na ocasião, haverá debate com os diretores, os integrantes da Devotos - os músicos Cannibal (voz e baixo), Neilton Carvalho (guitarra) e Cello Brown (bateria) - e alguns dos realizadores da produção.

A inspiração veio de um dos artistas que Buccini mais admira, a partir do clipe de “Ain’t no grave”, de Johnny Cash, elaborado de modo coletivo por milhares de pessoas ao redor do mundo. O convite partiu do codiretor do clipe, Tiago Delácio, que tem um projeto de fazer clipes de animação para pontos de cultura. Depois de Lia de Itamaracá e do Coco de Umbigada, era a vez de se dedicar a divulgar o talento do trio de músicos do Alto José do Pinho.

Cada artista criou seis frames, que correspondem a meio segundo do clipe, montado a partir de uma técnica chamada rotoscopia, permitindo que os desenhos usassem como base imagens já filmadas. Não havia muitas regras a seguir e esta liberdade artística – na parte formal e na estética - ajudou no resultado, que muda drasticamente a cada meio segundo. Lápis de cor, aquarela, carvão, desenho digital, qualquer forma de se expressar era permitida. Teve quem imprimisse e desenhasse por cima, outros usaram stopmotion e até bordado. Ao final, uma colcha de retalhos em preto, branco e um pouco de vermelho como opção surpreende o olhar do espectador, levando a uma certa unidade em meio aos caos.

Leia também:
Exposição com obras de Neilton comemora 30 anos da banda Devotos; veja fotos e vídeos
Isadora Melo lança série de videoclipes no YouTube
Banda Devotos apresenta novo clipe no Animacine; ouça


Animação é uma linguagem que cabe bem no videoclipe porque você realizar basicamente qualquer coisa. É um meio que permite extrapolar ideias, que são concretizadas de maneira mais simples do que filmando”, argumenta o Marcos Buccini, que já dirigiu seis filmes de animação e produziu outros 12 trabalhos.

A princípio, conta Buccini, era para ser uma música da banda Café Preto, projeto musical de reggae do qual Cannibal também faz parte, mas a música pensada era muito grande para fazer uma animação, pois tinha mais de seis minutos. “E eu também, enquanto fã de Devotos, tentei conseguir uma música rápida, pequena e coincidiu deles estarem gravando o disco novo, e ele me mandou uma das menores, ‘Eu o declaro meu inimigo’, que casou direitinho com a história do clipe”, confessa o diretor, que foi baterista da banda pernambucana Dona Margarida Pereira e Os Fulanos, nos anos 1990, e, ainda hoje, participa de três bandas, nas horas vagas – é professor de Design da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), no campus de Caruaru.

Na hora de convidar os artistas, Buccini chamou cerca de 150 pessoas, dos quais 127 aparecem nos créditos finais. “Tinha gente que eu nem conhecia direito, mas entrei no Facebook, fiz contato com as pessoas, pedi ajuda a Neilton [Carvalho, da Devotos] e Wilfrêd [Gadelha, jornalista e também roqueiro, autor do livro PEsado] e eles indicaram gente como Guga Burkhardt e Alcides Burn”, enumera. "Cada artista era livre para fazer o que quisesse e as pessoas me diziam: 'estou doido para ver como vai ficar este clipe' e respondia 'eu também', pois cada pessoa que mandava os frames era uma surpresa para mim também. Muitas vezes coincidia, uma cena combinava muito com a outra, mesmo sem ser combinado previamente", conta.

Frame do clipe de 'Eu o declaro meu inimigo'

Frame do clipe de 'Eu o declaro meu inimigo' - Crédito: Divulgação


E conta uma particularidade. “No final, já não tinha mais cena e ainda tinha gente querendo. Muita gente estava sem tempo, mas diziam ‘seis frames é tranquilo’ e, mesmo assim, toparam porque era para o Devotos, e isso é bem interessante”, vibra ele, que comenta também sobre a escolha das cores. “O clipe de Johnny Cash é todo preto e branco, alguém sugeriu botar vermelho, a gente ficou brincando e acabou virando uma lenda urbana. Porque tem detalhes em vermelho, e são as cores do tricolor Santa Cruz, que é o time de futebol de Cannibal”, detalha.

O clipe tem trechos da banda tocando, dos instrumentos, há momentos da Devotos andando na rua e, ao final, basicamente as casas do Alto José do Pinho. “No começo, tive o cuidado de analisar a aptidão de cada artista, pesquisando em suas redes sociais, vendo os desenhos de cada um. Se tinha um artista que fosse mais ligado a paisagem, iria na última cena; se era mais de pontilhismo, coloquei o rosto de Cannibal.

A primeira cena é de Neilton, por que achei importante começar com ele; quem tinha mais uma coisa de desenhar personagem de quadrinhos, coloquei os integrantes andando na rua, pois tive o cuidado de selecionar, para adequar o tipo de cena ao desenho de cada um dos artistas”, explica o diretor, que já fez um clipe de animação para a banda Volver, da música “Você que pediu”, que também usava rotoscopia. Na época, Buccini coordenava o Núcleo de Animação da Aeso/Barros Melo, e quando a Volver ganhou o festival Microfonia, tinha como um dos prêmios a gravação de um clipe.

Quem é quem

Entre os participantes do clipe do Devotos, estão profissionais como César Coelho e Aída Queiroz (fundadores do Anima Mundi), Victor-Hugo Borges (criador e diretor da série de animação “Historietas Assombradas”, atualmente exibida no Cartoon Network), Maurício Squarisi e José Maia.

Entre os conterrâneos do trio do Alto José do Pinho, estão André Rodrigues, Rafael Barradas e Chaps Melo (da animação pernambucana “Mundo Bita”), artistas plásticos como Lourival Cuquinha, o grafiteiro Galo de Souza e ilustradores mais ligados ao heavy metal, como Alcides Burn e Guga Burkhardt. Sem falar no próprio guitarrista Neilton. Buccini e Delácio ainda pediram para crianças desenharem, como o filho do diretor, Gabriel Buccini, 10 anos, e a filha do vocalista Cannibal, Maria Vitória.

O clipe está sendo inscrito em festivais locais e nacionais e será exibido na Mostra Pajeú de Cinema, na semana que vem. “Eu o declaro meu inimigo” vai ser mostrado inicialmente no auditório do Mamam. Logo depois, entrará na programação de clipes da sala de cinema que compõe a exposição, que fica em cartaz até 15 de julho, junto com outros trabalhos do Devotos.

Serviço:
Lançamento do videoclipeEu o declaro meu inimigo”, dentro da exposição "A Arte É Um Manifesto - 30 Anos de Devotos…".
Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (Mamam - rua da Aurora, 265, Boa Vista)
Nesta sexta-feira (18), às 19h
Entrada gratuita

Frame do clipe, com desenho de Eduardo Souza a partir da imagem de Cannibal, do Devotos
Frame do clipe, com desenho de Eduardo Souza a partir da imagem de Cannibal, do DevotosFoto: Divulgação
Frame do clipe de 'Eu o declaro meu inimigo'
Frame do clipe de 'Eu o declaro meu inimigo'Foto: Divulgação
Frame do clipe de 'Eu o declaro meu inimigo'
Frame do clipe de 'Eu o declaro meu inimigo'Foto: Divulgação
Frame do clipe de 'Eu o declaro meu inimigo'
Frame do clipe de 'Eu o declaro meu inimigo'Foto: Divulgação
Frame do clipe de 'Eu o declaro meu inimigo'
Frame do clipe de 'Eu o declaro meu inimigo'Foto: Divulgação
Integrantes da banda Devotos
Integrantes da banda DevotosFoto: Aline Sales/Divulgação
Marcos Buccini, que dirigiu o clipe ao lado de Tiago Delácio
Marcos Buccini, que dirigiu o clipe ao lado de Tiago DelácioFoto: Alfeu Tavares/Folha de Pernambuco

veja também

comentários

comece o dia bem informado: