'Chama Infinita' é o décimo segundo da série de 'forroboxotes', iniciada em 1999
'Chama Infinita' é o décimo segundo da série de 'forroboxotes', iniciada em 1999Foto: Gustavo Glória / Folha de Pernambuco

A vida é um ato de amor, e a palavra é o fio condutor que traduz isso. Nesta quarta (13), a partir das 19h, na loja Passa Disco, no Espinheiro, o compositor Xico Bizerra lança seu CD "Chama Infinita", que traz 13 faixas (cada uma dedicada a um poeta, "da letra, da música e da vida", indo de Vinicius de Moraes a Dom Helder Câmara).

Ao mesmo tempo em que dá prosseguimento à série de "forroboxotes" (que foi iniciada em 1999 e com este completa 12 discos), Xico foge um pouco da música regional e explora um repertório eclético de canções voltado para o tema do amor. São oito faixas com valsas, boleros e outras canções, e cinco mais regionais, trazendo forrós, xotes, baiões, arrastapés, toadas e até uma suíte nordestina composta por quatro movimentos.

Leia também:
Passa Disco muda de endereço e reabre com show em galeria no Espinheiro
José Milton lança álbum na Passa Disco
Marco Polo Guimarães e Geraldo Maia lançam livros na Passa Disco

Natural do Crato (CE), Xico é funcionário público aposentado e passou a se dedicar com maior afinco à música a partir dos anos 2000. Ele se destaca por seu trabalho autoral prolífico, fornecendo sucessos para intérpretes como Elba Ramalho, Flávio José e Alcymar Monteiro, e lançando um disco em média a cada dois anos. Entre estes, se destaca "Luar Agreste no Céu Cariri" (o "forroboxote" de número 10), lançado em 2012 e produzido em parceria com o mestre Dominguinhos. "Para mim, o grande diferencial foi ele ter me procurado e oferecido, foi coisa de sonho", relembra. 

   Trajetória 

Se no início Xico compunha letra e melodia, fazendo as músicas completas, atualmente o compositor prefere se dedicar apenas às palavras. "Fazer a parte musical era torturante", confessa. Neste disco de agora, ele teve como parceiros Bráulio Medeiros e Maria da Paz, entre outros. 

Outra curiosidade do trabalho de Xico Bizerra é o fato de não cantar ("se o fizesse, nem minha mãe comprava", ri ele) e de bancar sozinho a produção dos próprios discos. "Eu me recuso a recorrer aos editais, porque acho que devo deixar esse espaço para outros artistas que não têm outros meios para produzir. Não vivo financeiramente da música, e todos os meus discos se bancaram até o momento. Fiz tudo com recursos oriundos de direito autoral e da venda de discos anteriores", explica.

Para Xico, é um imenso prazer estar em estúdio, transformando uma música crua em uma obra lapidada, que vai ser escutada e apreciada por muita gente. Além do CD físico, que está à venda na Passa Disco, "Chama Infinita" foi disponibilizado nas plataformas virtuais de streaming (iTunes, Google Play e Spotify, entre outros serviços).

Serviço:
CD "Chama Infinita", de Xico Bizerra (R$ 22,90 - valor promocional de R$ 20 no lançamento)
Quando: Nesta quarta-feira (13 de junho), a partir das 19h
Onde: Passa Disco (Galeria Hora Center - rua da Hora, 345, Espinheiro)
Informações: (81) 3268-0888

veja também

comentários

comece o dia bem informado: