Janeiro de Grandes Espetáculos divulgou lista de atrações, da qual 'Banquete de Amor e Falta' faz parte
Janeiro de Grandes Espetáculos divulgou lista de atrações, da qual 'Banquete de Amor e Falta' faz parteFoto: Rogério Alves/Divulgação

A organização do Festival Janeiro de Grandes Espetáculos divulgou nesta quarta-feira (13) a lista de mais de cem atrações artísticas que vão integrar sua 26ª edição, em 2020. Entre 08 de janeiro a 03 de fevereiro, o evento vai ocupar 18 espaços no Recife e em outras seis cidades pernambucanas. O teatro continuará sendo seu principal carro-chefe, correspondendo a 65% da programação (enquanto a música representa 23% e a dança, 12%). Em breve, serão confirmadas as datas e locais das apresentações. Confira a lista aqui.


"Para nós, é um grande orgulho fazer mais uma edição do festival", disse o coordenador do evento, Paulo de Castro, que é também presidente da Associação dos Produtores de Artes Cênicas de Pernambuco (Apacepe), entidade que há 24 anos está à frente do projeto. Ele estava bastante animado ao partilhar três novidades com a imprensa: todas as dívidas oriundas de edições anteriores estão quitadas; o prêmio Apacepe será reativado, após dois anos, com patrocínio da empresa Copergás; e ele mesmo irá voltar aos palcos, após 17 anos, atuando no espetáculo "Duelo".

Haverá homenageados em categorias: o ator e diretor Zé Manoel (Teatro); o técnico do Teatro de Santa Isabel, sr. Joca (Técnica); o maestro Edson Rodrigues (Música); a família Marinho (Poesia); e a bailarina e coreógrafa Cecília Brennand (Dança). A 26ª edição do festival será essencialmente pernambucana, já que das 92 montagens que compõem a grade, 80 são locais. Os valores dos ingressos variam de entrada franca até o máximo de R$ 60.

No Recife, nove teatros vão receber aquele que é considerado o maior festival de artes cênicas do estado: Santa Isabel, Apolo, Hermilo Borba Filho, Arraial, Barreto Júnior, Boa Vista, Luiz Mendonça, Marco Camarotti (Sesc Santo Amaro) e, pela primeira vez, o RioMar. Três espaços alternativos somam-se a eles: Casa Maravilhas, Sesc Casa Amarela e Espaços Fiandeiros. As apresentações acontecem também em Caruaru (Teatro Rui Limeira), Jaboatão dos Guararapes (Teatro Samuel Campelo), Camaragibe (Casarão de Maria Amazonas), Goiana (Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário), Garanhuns (Teatro Reinaldo de Oliveira) e Serra Talhada (Espaço Cabras de Lampião).

 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: