Apresentador Gugu Liberato
Apresentador Gugu LiberatoFoto: Divulgação/Record TV

O ex-empresário de Gugu Liberato, Gustavo Coimbra, usou suas redes sociais neste sábado (15) para comentar a disputa judicial que acontece pelos bens do apresentador, morto em novembro do ano passado, após sofrer uma queda em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos.

"Nada e nem ninguém vai abalar seu legado e o exemplo de ser humano que você foi. Você sempre praticou o bem, ajudou milhares de pessoas pela frente e por trás das câmeras. Honesto, generoso e de um coração gigantesco. O Brasil te ama e o bem sempre prevalece!", afirmou ele em sua conta no Instagram.

Sem falar sobre a disputa judicial que ganhou mais um personagem nesta semana, Coimbra também afirmou ter orgulho da amizade que tinha com Gugu: "Agradeço a Deus todos os dias por ter tido a oportunidade de ter estado ao seu lado em muitos momentos ao longo de mais de vinte anos.

Dessa vez, é o chef de cozinha Thiago Salvático quem irá aos tribunais para reivindicar o reconhecimento de união estável com o apresentador e uma parte da herança alegando que os dois mantinham um relacionamento. Antes disso, Rose Di Matteo, mãe dos três filhos de Gugu, também já tinha recorrido à Justiça.

Leia também:
Suposto companheiro de Gugu entra na briga pela herança
Família de Gugu diz ser injusta disputa por herança
Viúva de Gugu diz que vai processar quem disser que o apresentador é gay e manchar sua honra
Justiça determina que viúva de Gugu receba pensão de R$ 100 mil por mês


Metade dos bens do apresentador foram transmitidos obrigatoriamente aos três filhos: João, Sofia e Marina. Já a segunda metade, ele dividiu, deixando 75% para os três e 25% para cinco sobrinhos. Rose, como nunca foi legalmente casada com Gugu, não tem direito aos bens e obrigatoriamente e também não foi citada no documento.

Para a família de Gugu, é injusta a disputa que acontece pela herança do apresentador e disse nesta semana, por meio de seus advogados, que "é nossa obrigação moral defender a vontade de Gugu, em prol de seus filhos e herdeiros. Isso vale contra quem quer que seja que questione o testamento, por ele firmado, há tempos, e diante da lei".

O advogado Carlos Eduardo Farnesi Regina, que representa os herdeiros de Gugu, ainda completa: "Não importa como se apresente: mãe, tio, amigo ou qualquer outro que deseje injustamente buscar se beneficiar com o falecimento de Gugu, ou que atente contra sua memória."

veja também

comentários

comece o dia bem informado: