Holística

Mariomar Teixeira

ver colunas anteriores
Livro Óraculo da Lua
Livro Óraculo da LuaFoto: Gabriel Teixeira

O comum é desde o dia 30 do final do ano, as pessoas fazerem uma lista do que desejam para o novo ano. É importante e interessante termos o hábito de agradecer e nada pedir nesse processo de virada, até a mudança de fato.

RÉVEILLON – Qual a cor da roupa para celebrar a chegada do Ano-Novo

Porém, nessa virada de ano temos um fato para nada pedirmos e sim SOMENTE agradecer: a lua estará na minguante a partir do dia 29 de dezembro, às 6 horas e 34 minutos.

O estudo da lua é muito além das simples quatro fases que aprendemos: nova, crescente, cheia e minguante.

1. Lua nova – Adormecida – o momento da recarga, da revisão, observar para planejar com estratégica;
2. Lua crescente – Brotos – o impulso, hora de agir e se expor. A idéia tende a vir com força e o instinto pode fluir;
3. Primeiro quarto da lua crescente – Folhas – a escolha, a adaptação, a competição e a escolha;
4. Lua crescente gibosa – Botões – a ambição, a promoção, a paixão e também a individualidade;
5. Lua cheia – Flor – o reconhecimento, a conquista, a solução e o desempenho;
6. Lua minguante dispersante – Fruto – a confiança, a responsabilidade, a reputação e a promessa;
7. Lua minguante último quarto – Queda – a oposição, os princípios, o desafio e a manipulação;
8. Lua minguante balsâmica – Adormecida – a recarga, a economia a revisão e o isolamento.

E se incluirmos, teremos as luas nos elementos fogo, terra, ar e água.

1. Fogo – Áries, Leão e Sagitário;
2. Terra – Touro, Virgem e Capricórnio;
3. Ar – Gêmeos, Libra e Aquário;
4. Água – Câncer, Escorpião e Peixes.

Com a influência de cada signo e planeta. Ou seja, é um estudo bem abrangente, que não é o foco do momento.

Agora é importante explicar a importância de só agradecer no momento, tanto as coisa boas quanto as coisas negativas, pois tudo é uma aprendizagem. Tenha certeza que fez alguma mudança na sua pessoa, afinal, temos a opção de transformarmos as nossas vida em vinho ou em vinagre e temperarmos para saborear cada pessoa a sua maneira.

A lua minguante representa a conclusão de um ciclo, o declínio, a morte que antecede nova vida, o retorno ao seu estado original. A Lua está ficando cada vez mais escura. É tempo de silêncio e quietude. De avaliar tudo o que foi feito e pensar no que poderia ter sido feito de forma diferente. Representa a sábia Anciã. É um período propício para recolhimento e introspecção.

A lua estará no último quarto da minguante, as emoções tendem a estarem confusas. É preciso analisar os sentimentos ante as situações apresentadas para prosseguir se necessário, ou se ficar ainda mais alguns momentos em reflexão.

Na virada do dia 31 de dezembro para o dia 1 de janeiro, essa lua estará no elemento Água em Escorpião – A desconfiança e as emoções estarão acentuadas. A pessoa tende a querer expor os seus sentimentos de alguma forma na busca de alguma reação ao seu redor.

Sugestão: reforce o momento com carinho, atenção e respeito. Se não está com vontade de transbordar alegria, seja o ombro de alguém, sempre tem um pessoa que quer falar, ser ouvida. Mas, se quer ficar só, sugiro que fique perto de plantas (em contato com a natureza) e tente sentir a vibração delas e que elas lhe contagiem com a abnegação que sempre são capazes.

REFERÊNCIA E SUGESTÃO DE LEITURA
SMITH, Caroline & ASTROP, John. Oráculo da lua – deixe que as fases da lua guiem a sua vida. São Paulo: Pensamento. Tradução de Leonor Klein. 2002.

Finalizo com o pensamento do cantor e compositor Bob Marley (1945 – 1981): “Seja humilde, pois até o sol com toda sua grandeza se põe e deixa a lua brilhar.”

Milhões de beijos iluminados,


Mariomar Teixeira - Numeróloga & Consultora: de Feng Shui, de 4 Pilares e de Zi Wei Dou Shu. Contatos: (81) 99807.4568 - Tim e WhatsApp – E-mail: holisticarec@gmail.com. Instagram: @mariomar_teixeira

Perfil
Mariomar Teixeira é formada em Secretariado na UFPE com mestrado em Extensão Rural e Desenvolvimento Local na UFRPE. Filha, esposa e mãe. Ama ler, estudar, tricotar e cozinhar. Dedica-se aos estudos de metafísica desde 1980, principalmente Numerologia. Em 1993, além de assumir um concurso público federal, também o trabalho como numeróloga é reconhecido. Colunista da Folha de Pernambuco de 1998 a 2005, coluna Numerologia. No mesmo período foi colunista da Revista Club com as colunas: Holística e Lançamento de livros. Professora e Consultora de Feng Shui desde 1997.

* A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: