Dedé Monteiro será homenageado durante a feira
Dedé Monteiro será homenageado durante a feiraFoto: Divulgação

Será na cidade em que é exigido por lei o ensino da poesia popular nas escolas a 1ª Feira da Poesia Popular do Pajeú. São José do Egito, berço da tradição e celeiro de novos poetas, recebe programação especial com oficinas de xilogravura e estêncil, mesas de glosa, contação de histórias, atrações musicais, mesas de bate-papo, exposição e lançamento de livro de 18 a 20 de julho.

O abre da exposição "Pelos Sertões", do artista Marcos Pê, marca o start do evento, que segue movimentando a rua João Pessoa, no centro da cidade, com a grade de atividades comandada pela Companhia Editora de Pernambuco (Cepe). “Queremos contribuir para fortalecer essa expressão cultural pernambucana e estimular a produção dos poetas”, sentencia o presidente da instituição, Ricardo Leitão. O investimento total destinado ao evento é de R$150 mil. Os poetas Manoel Filó (1959-2015) e Dedé Monteiro serão reverenciados neste edição de estreia. Este último, aliás, carrega o título de Patrimônio Vivo de Pernambuco, concedido em 2016. Cada um deles ganhará uma mesa com a presença de parentes e poetas falando das suas trajetórias.

Também na abertura, o debate sobre "Os caminhos da poesia na região do Pajeú", com Antônio José de Lima e Antônio Marinho, é destaque da programação, às 17h. Em seguida, às 19h45, os aboiadores Paulo Barba e Jairinho Aboiador farão apresentação tocando as toadas típicas do Sertão para tanger o gado. No dia 19, às 17h, vai rolar roda de diálogo com representante do conselho editorial da Cepe, que vai esclarecer os caminhos para a publicação na editora.

A ideia é incentivar o registro da produção de poesia popular instruindo artistas quanto aos editais, mas também a fazerem suas próprias obras, usando técnicas que serão passadas em oficinas durante a feira. Ainda na programação do dia, as mulheres poetas do Pajeú: Isabelly Moreira (São José do Egito), Mariane Alves, Jéssica Caetano (Triunfo) e Sara Cristóvão (Tabira) serão as estrelas de mesa de debate assinada pela revista Continente, às 18h.

Ao final de cada uma das três noites do evento, seis poetas vindos de quase todos os municípios que compõem o Sertão do Pajeú (Itapetim, Brejinho, Tuparetama, Tabira, Afogados da Ingazeira, Solidão, Ingazeira, Iguaracy, Serra Talhada e Triunfo, além de São José do Egito) participarão de mesas de glosa (composição poética em dez versos construída de improviso a partir de um mote). O conteúdo das mesas será transcrito e editado em livro a ser publicado pela Cepe, com lançamento previsto para janeiro de 2020, durante a famosa Festa de Louro, a fim de celebrar os 105 anos do poeta Lourival Batista.

A programação também contempla a criançada, com apresentação do Recital Infância Rimada e contação de histórias dos livros "Uma Festa na Floresta", de Lêda Sellaro, que ficará a cargo da cordelista Suzana Moraes, e "Dianimal", com leitura do próprio autor, Alexandre Revoredo.

PROGRAMAÇÃO DA FEIRA DE POESIA POPULAR DO PAJEÚ

18/07 (quinta-feira)

14h - Oficina de xilogravura sustentável e oficina de estêncil

16h - Abertura da exposição Pelos Sertões, do artista Marcos Pê

17h - Diálogo Os caminhos da poesia na região do Pajeú, com Antônio José de Lima e Antônio Marinho

18h - Mesa Literatura e Educação: propostas, concepções e experiências, com Alessandra Ramalho, Aparecida Izídio e Eduarda Simone

19h - Recital infantil da Ingazeira, com Ingrid Laís, Islany Maria e Jayne Marília

19h15 - Recital Infância Rimada

19h45 - Aboio com Paulo Barba e Jairinho Aboiador

20h - Mesa de Glosas com Alexandre Morais (Afogados da Ingazeira), Gislândio Araújo (Brejinho), Lima Jr. (Tuparetama), Lucas Rafael (São José do Egito), Milene Augusto (Solidão), Zé Carlos do Pajeú (Tabira)

21h30 - Forró Rimado

19/07 (sexta-feira)

8h - Oficina de xilogravura e oficina de estêncil

16h - Contação de histórias sobre o livro Dianimal (Cepe Editora) com Alexandre Revoredo

17h - Roda de diálogos com o conselho editorial da Cepe

18h - Mesa da Revista Continente (Cepe) sobre Mulheres poetas do Pajeú

19h - Apresentação da dupla de violeiros Adelmo Aguiar e Denilson Nunes

20h - Mesa de Glosas com Anderson Brito (Tabira), Francisca Araújo (Iguaracy), Genildo Santana (Tabira), Lenelson Piocó (Itapetim), Wellington Rocha (Afogados da Ingazeira)

20/07 (sábado)

8h - Oficina de estêncil

16h - Contação de histórias do livro Uma festa na floresta (Cepe Editora), com Suzana Moraes

17h - Palestra Xucuru: a raiz-forte da poesia do Vale do Pajeú, com Lindoaldo Campos

18h - Mesa Manoel Filó: o poeta de todos os lugares, com Ciro Filó, Ricardo Moura e Jorge Filó

19h - Lançamento do livro Concurso de Poesia Popular de São José do Egito - Poesias Premiadas - Volume 1

20h - Mesa de Glosas com Aldo Neves (Tuparetama), Elenilda Amaral (Afogados da Ingazeira), Erivoneide Amaral (Afogados da Ingazeira), Henrique Brandão (Serra Talhada), Zé Adalberto (Itapetim), Zezé Neto (São José do Egito) 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: