Tânia Alves, Lucinha Lins e Virgínia Rosa estrelam "Palavra de mulher"
Tânia Alves, Lucinha Lins e Virgínia Rosa estrelam "Palavra de mulher"Foto: Divulgação

A mulher é um elemento central no cancioneiro de Chico Buarque de Hollanda. Ao longo de mais de 50 anos de carreira, o músico carioca deu destaque às mais diversas personagens femininas em várias de suas músicas. Há dez anos, Lucinha Lins, Tânia Alves e Virgínia Rosa sobem ao palco para emprestar corpo e voz a algumas dessas figuras. Elas estrelam o espetáculo "Palavra de mulher", um misto de show e teatro, que faz sua estreia no Recife dentro da programação do 25º Janeiro de Grandes Espetáculos. As apresentações ocorrem no Teatro de Santa Isabel, nesta sexta-feira (11) e no sábado (12), às 21h.

No período de uma década, o show já foi visto por mais de 250 mil pessoas, em mais de 50 cidades ao redor do Brasil. A capital pernambucana encerra a primeira turnê da produção pelo Norte e Nordeste, que envolveu dez municípios. "Consideramos esse trabalho um fenômeno, porque para onde vamos com ele a recepção do público é sempre uma maravilha. Não há quem não saia do teatro feliz com o que vê", garante Lucinha. Em 2014, a obra recebeu quatro indicações ao Prêmio Bibi Ferreira nas categorias de melhor musical brasileiro, melhor diretor, melhor diretor musical e melhor atriz.

Envolvidas em um clima de cabaré, as artistas se revezam com interpretações em trio, duo e solo. Acompanhadas pelos músicos Ogair Júnior, Roberto Rivelino e Carlos Ramon Montagner, elas trazem um repertório que inclui músicas como "Sob medida", "Viver do amor", "Atrás da porta", "Teresinha" e "Folhetim".

Leia também:
'Navalha na carne', em homenagem a Tônia Carrero, chega ao Recife
'Avoada' leva música autoral para espaços em Pernambuco
Chico Buarque e Zeca Baleiro cantam em disco a cidade de Santos


"Logo de cara, a gente sai com um crédito incrível que é o de cantar os hits de um grande ídolo da música brasileira. As pessoas vão assistir ao show, inicialmente, por serem fãs de Chico Buarque. E quando elas vêm os sucessos dele ganharem vida através da nossa interpretação, parece que passam a entender melhor o sentido das letras", comenta Tânia.

Com direção e concepção de Fernando Cardoso, o espetáculo traz à tona diferentes sentimentos, como amor, solidão, abandono e esperança. "É um show musical, com alguns momentos teatralizados. Através das próprias canções, vão surgindo as personagens, de acordo com a poesia daquilo que nós estamos cantando. Nesta temporada, o diretor acrescentou como novidade pequenos trechos do musical 'Gota d'Água'", adianta Virgínia.



Foi por meio de Virgínia que o projeto teve início. Em 2004, durante as comemorações dos 60 anos de Chico Buarque, ela foi convidada para fazer um show em homenagem ao músico no Sesc Pinheiros. Quatro anos depois, repetiu a dose durante a inauguração do Teatro Cleyde Yáconis, só que desta vez com participações de Lucinha e Tânia, que já acumulavam experiências em musicais de Chico. O resultado encantou Fernando Cardoso, que teve a ideia de transformar o encontro em algo maior. "Fomos inventando cenas, trazendo o repertório correspondente à história de cada uma e, de repente, já tínhamos um show montado. Desde então, não paramos mais", relembra Lucinha.

Serviço:

Espetáculo "Palavra de mulher"
Hoje e amanhã, às 21h
No Teatro de Santa Isabel (Praça da República, 233, Santo Antônio)
Ingressos a R$ 60 e R$ 30 (meia-entrada)
Informações: (81) 3355-3323

veja também

comentários

comece o dia bem informado: