Lady Gaga, Jada Pinkett Smith, Alicia Keys e Michelle Obama no palco do Grammy
Lady Gaga, Jada Pinkett Smith, Alicia Keys e Michelle Obama no palco do GrammyFoto: Robyn Beck / AFP

Michelle Obama fez uma aparição surpresa no palco do Grammy no domingo (10) para passar uma mensagem sobre música e empoderamento feminino, ao lado de superestrelas como Lady Gaga, Jennifer Lopez, a anfitriã Alicia Keys e a atriz Jada Pinkett-Smith.

"A música nos mostra que tudo isso importa - cada história de cada voz, cada nota de cada música", disse a ex-primeira-dama. "Não é isso, senhoras?", disse, em meio a um forte aplauso.

Leia também:
Cardi B busca Grammy das mãos de J Balvin e Bad Bunny
Lady Gaga, Kendrick Lamar e Drake entre indicados ao Grammy


A Recording Academy, por trás da cerimônia de premiação, enfrentou uma enxurrada de críticas por não abraçar a diversidade, depois de quase deixar as mulheres de fora das indicações no ano passado.

Este ano, cinco dos oito indicados a álbum do ano eram mulheres: Cardi B, Brandi Carlile, Janelle Monae, H.E.R. e Kacey Musgraves, vencedora do prêmio. 

No início da mensagem, Lady Gaga declarou: "Eles me disseram que eu era estranha... E a música me disse para não ouvi-los". Lopez - que além de cantar também atua - indicou que a música "fez com que eu me movesse do meu espaço para grandes palcos e para telas ainda maiores". Pinkett-Smith acrescentou: "Toda voz que ouvimos merece ser honrada e respeitada".

E Michelle cotinuou: "Quer gostemos de country, rap ou rock, a música nos ajuda dividirmos nossa dignidade e tristeza, nossas esperanças e alegrias. Nos permite ouvir uns aos outros, convidar uns aos outros". "Muito obrigada, senhoras, pela sua luz, sua mensagem de amor, sua irmandade", disse Alicia Keys, a primeira mulher a comandar o evento em 14 anos.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: