Pimenta é termogênico natural
Pimenta é termogênico naturalFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Se o seu paladar não fica indiferente ao toque acentuado de uma especiaria, saiba que seu corpo também reage a alguns dos seus efeitos. Esses ingredientes originados de casca, raiz ou folha são utilizados há milhares de anos não só para condimentar e preservar a comida, mas também revelar propriedades medicinais poderosas ao organismo. É sabedoria milenar que atravessa séculos e aterrissa sobre os hábitos dessa vida saudável na modernidade.

Para ter uma ideia, estudo recente da Universidade Americana de Oxford confirma benefícios ao garantir que existe uma grande quantidade de substâncias antibacterianas, que tornam esse tipo de alimento uma espécie de antibiótico natural. Na lista dos mais relevantes, a cúrcuma, também chamada de açafrão-da-terra, surge como antioxidante e anti-inflamatório eficaz, capaz de reduzir o risco de insuficiência cardíaca e evitar o crescimento de células cancerosas.

Segundo a nutricionista Crislaine Gonçalves, a dosagem diária dessa raiz da família do gengibre vai depender de cada pessoa, mas estudos mostram que o consumo de uma colher de chá já atua em parâmetros inflamatórios. “Isso porque sua substância ativa é a curcumina, que combate principalmente dores articulares e previne doenças ósseas. No consultório, recomendo muito para atletas que têm desgastes na articulação, além de pacientes com câncer ou qualquer outro problema crônico não transmissível, como diabetes e hipertensão, que também são doenças inflamatórias”, aponta. À medida que o pó amarelinho, ou qualquer outra especiaria entra para temperar a carne ou potencializar um caldo, está diminuindo naturalmente a incidência de sal no mesmo preparo.

Os profissionais de saúde recomendam consumir só até dois gramas de sódio diariamente para evitar que o excesso de sal aumente o risco de hipertensão, osteoporose, derrame cerebral, doenças cardiovasculares e até catarata. Segundo a doutora em nutrição e professora da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Jailma Santos Monteiro, no tempo da colonização o sal, assim como o açúcar, era considerado uma especiaria até se tornar um produto comum. “Por isso, é preciso ter cuidado com excessos de todos os tipos. A canela, por exemplo, é um antidepressivo natural. Mas, que em grandes quantidades, da versão em pó, usada como tempero, pode ocasionar aumento de pressão arterial e se tornar um perigo para quem é hipertenso. Por outro lado, quem não tem patologia não haverá consequências”, diz a especialista.

E é na intenção de temperar a comida que os produtos típicos do Oriente concentram um sabor marcante. Que o diga o leve amargor das folhinhas do orégano, colocadas sobre legumes, queijos e algumas carnes, capazes de ativar funções antioxidantes no corpo e ainda evitar a baixa de açúcar no sangue. “Ele é antioxidante, antibacteriano, antifúngico e ainda auxilia no tratamento de candidíase e fungos. Bote na lista o fato de também ser um anti-inflamatório e ajudar na redução de dores musculares. Auxilia na digestão e reduz o desconforto abdominal e os gazes”, explica a nutricionista Natália Alcântara.

É claro que em alguns pratos indianos o perfume das especiarias está mais presente do que na gastronomia mexicana, que ostenta aquele gostinho chilli na comida. Assim como também é difícil sentir o toque de tempero no arroz japonês e fácil perceber o frescor das ervas na culinária brasileira. Cada cultura tem seus hábitos culinários.

Leia também:
Nutrição na Síndrome de Down
Mais saúde na festa de criança
Leguminosas: grãos de saúde


Mas em todos os cantos do mundo, os condimentos estão a postos para entrar no cardápio. Assim como a onipresente pimenta. As espécies Capsicum Anuum e Capsicum Frutescens, que incluem as populares malagueta e tabasco, ajudam o cérebro a produzir endorfina e aumentar a sensação de bem estar. “Além de ter um ótimo efeito antioxidante, que previne várias doenças, e ser um importante agente no combate ao envelhecimento precoce. Isso sem falar que ela facilita a digestão, ao aumentar a quantidade de saliva e potencializar a produção de enzimas e suco gástrico”, pontua a nutricionista Amanda Martins. O fato de elevar a temperatura corporal, aumentando o gasto calórico, faz da pimenta também ser a mais nova queridinha entre esportistas e gente preocupada com a balança.

Energizante, chai é uma clássica bebida indiana

Energizante, chai é uma clássica bebida indiana - Crédito: Ed Machado/Folha de Pernambuco

   Chá também é remédio

Você já deve ter ouvido falar na bebida indiana feita com a mistura de folhas e ervas. O chai, que combina itens como canela, cardamomo e pimenta, ganhou terreno por aqui e é servido com leite bem quente. “Se para cada especiaria há um óleo essencial benéfico à saúde, imagine numa pequena dosagem de cada um junto?. É estimulante e energizante”, diz o chef Vinícius Arruda, que fornece potinhos de 240 gramas (R$20), através do seu Empório Toque do Chef. De forma artesanal, ele torra os ingredientes até conseguir a textura desejada. Vira um pó fácil de diluir em casa. Fortalece o sistema imunológico, cuida da saúde cardiovascular e reduz a sensação de inchaço.

Por outro lado, quando o chá é específico em um ingrediente, o cuidado vai para a dosagem utilizada. “Seja com especiaria ou fitoterápico, vale ter um consumo orientado, a exemplo das gestantes. Elas não devem fazer uso de chás medicinais, porque a maioria tem efeito abortivo no início da gravidez. É preciso fazer o uso sob recomendação”, alerta Jailma Santos Monteiro. Para quem segue livre de restrições, só benefícios. O chá do cravo-da-Índia, por exemplo, atua no sistema gastrointestinal e diminui a taxa de açúcar no sangue. Já a infusão de noz moscada faz o aporte de cálcio, potássio, fósforo e magnésio, além de fornecer vitaminas e ácido fólico.

Dicas na gastronomia
Pela nutricionista Ione Regina Ferreira

Alecrim: ideal para usar em carnes, molhos e batatas
Alho: carnes vermelhas, avez, peixes, saladas, molhos e refogados
Cúrcuma: cai bem em batata, arroz, frango, peixe e ovo
Orégano: molhos de tomate e queijo
Gengibre: molhos, sucos e carnes
Canela: doces e frutas

 

Pimenta é termogênico natural
Pimenta é termogênico naturalFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco
Cúrcuma é antioxidante que elimina os radicais livres do corpo
Cúrcuma é antioxidante que elimina os radicais livres do corpoFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco
Canela é ingrediente típico de preparos doces
Canela é ingrediente típico de preparos docesFoto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

veja também

comentários

comece o dia bem informado: