Pernambucanas à frente  de startup desenvolveram app para otimizar a lista de compras e para economizar
Pernambucanas à frente de startup desenvolveram app para otimizar a lista de compras e para economizarFoto: Arthur de Souza

“Comer para comprar”, não “comprar para comer”. Criado por pernambucanas, o Colher de Chá é um aplicativo que auxilia na organização das refeições. Utilizando como base receitas práticas, além de cardápios pensados para todos os paladares, a ferramenta ajuda a ordenar as refeições e gera listas de compras com a quantidade necessária para as compras no supermercado.

Criado em maio deste ano por Cecília Monteiro, Marina Monteiro e Aline van der Linden, a ideia se transformou em uma startup, hoje incubada no Porto Digital, no Bairro do Recife. O aplicativo de celular, disponível para Android (Play Store) e iOS (App Store), inclui receitas que vão desde lasanha até esfirras, a sobremesas tentadoras.

Como funciona?
É possível salvar as receitas favoritas para fazer no dia, ou para o planejamento da semana ou do mês, incluindo café da manhã, almoço e jantar, opção selecionada pelo usuário. A partir da escolha dos pratos, as porções de cada ingrediente são calculadas. Em seguida, é gerada uma lista de compras com todos os itens necessários para o preparo, facilitando na hora de adquirir os produtos.

“Não queríamos imprimir nosso estilo. Então, as primeiras receitas que incluímos foram as que as pessoas mais procuram na internet, que são as do dia-a-dia”, afirma Cecília Monteiro, uma das sócias do Colher de Chá. “Às vezes, a compra de supermercado é muito de oportunidades. Você está na rua e próximo do mercado, voltando do trabalho, então é prático você já ter uma lista na palma da mão, sem precisar ir em casa verificar tudo o que falta”, diz a gastrônoma Aline van der Linden, responsável também pela elaboração de receitas para o aplicativo.

O Colher de Chá também serve como uma ferramenta de praticidade, mas que também auxilia no bolso. Tendo em mãos a lista de compras exata e planejada para o consumo, seja diário, semanal ou mensal, é possível economizar tempo e também evitar o desperdício de comida.

“Você termina comprando tudo aquilo que precisa e não vai estar adquirindo algo a mais, ou então esquecendo de comprar alguma coisa”, diz a responsável também pelas redes sociais da startup, Marina Monteiro.

Interatividade
Além das indicações inseridas pelo próprio Colher de Chá, como uma musse de maracujá e o filé ao molho madeira, é possível também adicionar as próprias receitas. Perfis como o “Pitadinha”, que apresenta o brownie com três ingredientes, e abóbora de forno, são alguns dos exemplos encontrados no app. Para cadastrar, é só solicitar uma senha à gerência do aplicativo e inserir a nova receita através do navegador da web.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: