Série Dark
Série DarkFoto: Divulgação

Em um mercado audiovisual dominado pelos americanos, seja na televisão ou nos cinemas, a Netflix divulgou uma lista de séries da Europa e do leste europeu que caíram no gosto dos brasileiros.

São elas, as inglesas "Sex Education" e "The End of the F*ing World", a dinamarquesa "The Rain", a alemã "Dark", e a turca "O Último Guardião".

O interesse dos brasileiros por produções não americanas cresceu 80% em relação ao ano passado, segundo a plataforma. Para chegar a esses títulos, a Netflix considerou os assinantes que chegaram, no mínimo, no fim do primeiro episódio.

Leia também:
'Irmandade' é produção nacional na Netflix
5ª temporada de 'Brooklyn Nine-Nine' já está disponível na Netflix


"No Brasil, nossos assinantes consomem incríveis conteúdos locais, como 'Sintonia' e 'Irmandade', mas também estão descobrindo, todos os dias, séries de todo o mundo. É a autenticidade da narrativa que o público ama, e ele não está prestando atenção à língua ou ao país", disse Bela Bajaria, vice-presidente de Originais Internacionais da Netflix.

Fora o Brasil, séries nacionais também fazem sucesso em outros países. Um dos exemplos é a produção brasileira 3%, estrelada por Bianca Comparato. Já na terceira temporada, ela é a série de língua não-inglesa mais vista nos Estados Unidos, segundo a Netflix. O público europeu também é consistente, segundo o elenco da série, que recebe mensagens vindas da Rússia e da França.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: