Uma Série de Coisas

Fernando Martins

ver colunas anteriores
Ator Antonio Calloni interpreta ex-médico condenado por abusar pacientes
Ator Antonio Calloni interpreta ex-médico condenado por abusar pacientesFoto: Divulgação/Rede Globo

Não faz muito tempo que a minissérieAssédio” foi disponibilizada pelo streaming da Rede Globo, o GloboPlay. Em setembro do ano passado, o público assinante do serviço pôde conferir uma história baseada em fatos reais e que é reproduzida em cenas chocantes. Nesta sexta-feira (3), a trama estreia em TV aberta e caso você não saiba do que estou falando, a coluna de hoje te explica. Mas, primeiro, vamos relembrar um caso que, infelizmente, aconteceu na vida real.

Roger Abdelmassih foi um dos médicos mais procurados no Brasil para fertilização in vitro (técnica de reprodução procurada por quem tem problemas para engravidar). Um dos pioneiros em sua área, ele atendia pessoas de vários lugares do país. Para a surpresa de muitos, Abdelmassih começou a ser investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher e pelo Ministério Público do Estado de São Paulo com acusações de crime sexual contra diversas pacientes. Embora o caso tenha se tornado público em 2008, algumas vítimas relatam abusos vividos desde 2003. Nos depoimentos, mulheres relataram que foram abusadas sexualmente pelo profissional, enquanto estavam sedadas. Roger foi condenado a 181 anos de prisão por 48 estupros de 37 de suas pacientes, mas cumpre a pena em prisão domiciliar.

Leia também:
O que esperar de ‘Hanna’, nova série da Amazon Prime Video
'Coisa Mais Linda' narra a trajetória das mulheres em uma sociedade machista

O acontecimento destruiu a vida das vítimas e de seus familiares, ficando bastante popular na mídia durante anos. Da vida real surgiu o livro “A Clínica: Farsa e Crimes de Roger Abdelmassih”, de Vicente Vilardaga, no qual a minissérie é baseada. Escrita por Maria Camargo e dirigida por Amora Mautner, “Assédio” possui 10 episódios e conta histórias de mulheres que passaram por momentos de terror. As atrizes Adriana Esteves, Hermila Guedes, Paula Possani e Fernanda D'Umbra interpretam algumas das lesadas pelo ex-médico. Também estão no elenco Mariana Lima e Paolla Oliveira, como a primeira e segunda esposa de Roger, respectivamente. Fechando o time, Elisa Volpato vive uma das jornalistas que ajudaram a prender o criminoso, enquanto Antonio Calloni interpreta Roger. Confira o trailer:



É importante esclarecer para os desavisados que a minissérie pode incomodar os mais sensíveis. A crueldade é explícita em cenas de nudez bem diretas, sem maquiar os traumas e os crimes praticados por Roger. Também pode causar revolta – reação, acredito, ser um resultado esperado pelos produtores – ao externar o pensamento machista do antagonista de que mulheres, no fundo, querem ser molestadas.

É difícil pensar em punição para qualquer tipo de crime quando sabemos que a realidade do país é de que o dinheiro está acima da justiça. Tudo piora quando temos exemplos como o de Roger, que deixou a Penitenciária de Tremembé após ter um habeas corpus concedido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski. Enquanto isso, mulheres que, antes, sonhavam com a possibilidade de serem mães, estão completamente devastadas e sendo tachadas de mentirosas por estranhos. A minissérie de Amora Mautner é um exercício de reflexão sobre o que é definido atualmente como justiça e responsabilidade ética e social.

Ainda que possua um conteúdo considerado pesado, porém não menos que necessário de assistir, “Assédio”, está totalmente disponível na GloboPlay e será transmitida na íntegra em TV aberta, nesta sexta-feira (3), a partir das 23h10, depois do Globo Repórter.

*Fernando começou a assistir a séries de TV e streaming em 2009 e nunca mais parou. Atualmente ele acompanha mais de 200 produções e já assistiu mais de 6 mil episódios. A série mais assistida - a favorita - é 'Grey's Anatomy', à qual ele reassiste com qualquer pessoa que esteja disposta a começar uma maratona. Facebook: Uma série de Coisas. Instagram: @umaseriedecoisas. Twitter: @seriedecoisas_ Portal: Uma Série de Coisas.

*A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: