Uma Série de Coisas

Fernando Martins

ver colunas anteriores
Mandy Moore e Milo Ventimiglia interpretam o casal Jack e Rebecca
Mandy Moore e Milo Ventimiglia interpretam o casal Jack e RebeccaFoto: Reprodução/NBC

É tempo de pegar um lencinho porque o tema desta sexta-feira é ‘This Is Us’ e quem acompanha a série desde 2016 sabe que dificilmente conseguimos terminar um episódio sem dar, no mínimo, uma choradinha de leve. A quarta temporada foi concluída recentemente e a NBC já havia confirmado a renovação até a sexta. Isso significa que ainda veremos muitas camadas da família Pearson.

Por apresentar um tema teoricamente simples, seria comum pensar que ‘This Is Us’ não duraria muitos anos. Eis que em janeiro deste ano a segunda parte da quarta temporada começou a ser exibida e constatamos que não, sempre há espaço para histórias simples, desde que sejam bem desenvolvidas – e isso parece ser a especialidade do criador Dan Fogelman, que não perde a mão e mantém a qualidade em uma das melhores temporadas até agora.

Leia também:
'Netflix Party' possibilita ver séries com amigos a distância
Estreias de terror para maratonar na sexta-feira 13

A premissa de ‘This Is Us’ não é muito diferente do que vemos nas novelas brasileiras. Talvez este seja o motivo do sucesso da produção no Brasil. A série acompanha a história de uma família desde o começo: o encontro do casal Jack (Milo Ventimiglia) e Rebecca (Mandy Moore), as decisões sobre morar juntos, a gravidez e o crescimento dos filhos Kevin (Justin Hartley), Randall (Sterling K. Brown) e Kate (Chrissy Metz), além de uma tragédia que abala a estrutura familiar em diferentes fases da vida. Tudo isso em ordem não cronológica. Adoção, alcoolismo, gordofobia, racismo, luto e suas consequências são alguns dos caminhos recorrentes do roteiro. A seguir, spoilers da quarta temporada. Cuidado!

Os novos episódios desenvolvem o que seria a assinatura da série, apresentar personagens aparentemente sem vínculo algum com os que conhecemos, até que tudo faça sentido no final. A estratégia não é nova, mas torna a experiência televisiva mais atrativa e renova a maneira de contar narrativas. No quarto ano de ‘This Is Us’, novos desafios surgem para a desconstrução da ideia de “filho perfeito” no qual Randall é embasado, uma vez que o mesmo já havia sido exposto em Jack como o “pai modelo”.

Mais detalhes do futuro também dão um gosto de “quero mais” no público. Principalmente quando os fatos são mostrados em pedaços, fazendo com que a ausência de determinados personagens causem certa preocupação. Alguém mais vai morrer? Houve divórcio? Quem brigou com quem? Quem é o pai desta criança? São perguntas que surgem e que levam o telespectador a querer sempre mais.

Série e elenco já foram indicados em premiações, rendendo um Emmy de Melhor Ator em Drama para Sterling K. Brown. Neste ano, porém, Justin Hartley entrega uma atuação digna de reconhecimento e não surpreenderia se levasse a estatueta desta vez. A estrada de Kevin da vida adulta para o início da velhice é um dos principais pontos da temporada. Sua busca por um grande amor continua e o resultado da jornada é um dos momentos mais bonitos em tela.

A quarta temporada pode ter sinalizado um prelúdio de que, talvez, a linha do tempo da matriarca esteja chegando ao fim. De qualquer maneira, a mensagem que a série transmite desde o início é que pessoas, ensinamentos e gestos de amor e empatia ficam guardados em nosso interior, fazem parte da construção humana. Isso pode ser repassado através de gerações.

Concluindo antigos questionamentos e abrindo espaço para novos, ‘This Is Us’ ensina mais uma vez que as respostas da vida, até mesmo fora da ficção, nem sempre é algo palpável e imediato. Nem tudo é sobre o propósito e, sim, sobre curtir o caminho.

‘This Is Us’ possui três temporadas disponíveis na Amazon Prime Video.



*Fernando começou a assistir a séries de TV e streaming em 2009 e nunca mais parou. Atualmente ele já maratonou mais de 300 produções, totalizando aproximadamente 7 mil episódios. A série mais assistida - a favorita - é 'Grey's Anatomy', à qual ele reassiste com qualquer pessoa que esteja disposta a começar uma maratona. Acesse o Portal, Podcast e redes sociais do Uma Série de Coisas neste link.

*A Folha de Pernambuco não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: