Banco do Brasil

A princípio é ele, diz Bolsonaro sobre nome de novo presidente do Banco do Brasil

O nome de André Brandão foi informalmente comunicado a dirigentes do banco pelo Palácio do Planalto

Presidente Jair BolsonaroPresidente Jair Bolsonaro - Foto: Evaristo Sá/AFP

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse neste domingo (2) que "parece que está fechado" o nome do escolhido para comandar o Banco do Brasil: o executivo André Brandão, do HSBC.

"A princípio é ele. Vou falar com o Paulo Guedes amanhã", disse Bolsonaro sobre reunião que tem com o ministro da Economia na tarde desta segunda-feira (3).

"Você sabe que eu tenho total confiança no Paulo Guedes. A escolha é dele. Ele que sabe como vai funcionar o Banco do Brasil", afirmou o presidente ao parar em uma padaria no Lago Norte, área nobre de Brasília, por onde passeou de moto –e sem máscara– na manhã deste domingo.

O nome de André Brandão foi informalmente comunicado a dirigentes do banco pelo Palácio do Planalto. A confirmação de Brandão à frente da instituição, porém, ainda depende de um rito que deve levar em torno de uma semana.

O estatuto social estabelece que o chefe do Banco do Brasil é nomeado pelo presidente da República –portanto, cabe a Jair Bolsonaro oficializar a escolha.

O Palácio do Planalto precisa comunicar oficialmente ao BB a escolha do nome. Na sequência o banco submete o nome ao comitê de exigibilidade.

Caso seja aprovado, o nome volta ao Planalto, que publica a escolha no Diário Oficial da União. Por último, o Banco do Brasil deve informar, em fato relevante (comunicado ao mercado) o nome de seu novo presidente, que substituirá Rubem Novaes, que anunciou a saída do comando da instituição no dia 24 de julho.

Novaes defendia a escolha de um dos vice-presidentes do próprio banco para o seu lugar, e indicou os nomes de Fábio Barbosa e Mauro Ribeiro Neto em sua carta de demissão apresentada a Paulo Guedes.

O ministro, no entanto, queria alguém de mercado, com perfil parecido ao do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto –e o nome de André Brandão se encaixaria neste perfil.

Novaes deixou o banco afirmando que "a companhia precisa de renovação para enfrentar os momentos futuros de muitas inovações no sistema bancário".

Veja também

Federação de Bancos alerta para aumento de fraudes
Pandemia

Federação de Bancos alerta para aumento de fraudes

Justiça proíbe INSS de punir médicos que não retornaram
INSS

Justiça proíbe INSS de punir médicos que não retornaram