'Absolutamente, não haverá aumento do Imposto de Renda', diz Temer

O governo já havia recuado na noite de terça (8), depois de repercussão negativa à afirmação do presidente sobre os estudos

Presidente Michel TemerPresidente Michel Temer - Foto: SERGIO LIMA / AFP

Um dias após admitir estudos para aumentar a alíquota do Imposto de Renda, o presidente Michel Temer afirmou nesta quarta-feira (9) que o imposto não será aumentado.

Leia também:
Temer admite estudos sobre aumento da alíquota do Imposto de Renda
Aumento de Imposto de Renda não passa na Câmara, diz Rodrigo Maia

O governo já havia recuado na noite de terça (8), depois de repercussão negativa à afirmação do presidente sobre os estudos. "Quero dizer uma coisa para ganhar aplausos: até ontem [terça] se dizia na imprensa que iríamos aumentar o Imposto de Renda. Não é verdade. Não haverá aumento, absolutamente não haverá", frisou o presidente, em discurso da abertura do 16º Encontro Nacional de Comércio Exterior.
Temer pediu aplausos da plateia, formada por executivos do setor, e foi parcialmente atendido.

Mas houve também protesto contra o presidente: pelo menos cinco pessoas levantaram papéis pedindo eleições gerais ou com os dizeres "Fora Temer". Ao fim dos discursos, houve forte vaia e gritos de "Fora Temer".

Em sua fala, o presidente afirmou que a prioridade do governo é aprovar, ainda neste ano, as reformas da Previdência, política e a "simplificação tributária".
"Se chegarmos ao final do ano e tivermos completado o ciclo das reformas, teremos um 2018 mais próspero", disse.

Veja também

INSS pede para servidores entrarem em grupo prioritário da vacinação
VACINAÇÃO CONTRA COVID-19

INSS pede para servidores entrarem em grupo prioritário

Presidente da Eletrobras troca empresa pela BR Distribuidora
Economia

Presidente da Eletrobras troca empresa pela BR Distribuidora