Acordo com Mercosul é "oportunidade" para projeto europeu após Brexit

Após o abandono das negociações em 2004, a UE e Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai trocaram ofertas tarifárias em maio

Prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira, anunciou a criação do centroPrefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira, anunciou a criação do centro - Foto: Matheus Britto/PJG

O secretário argentino de Comércio, Miguel Braun, pediu o avanço do acordo de livre-comércio entre o Mercosul e a União Europeia (UE), estimando que se trata de uma "oportunidade" para o projeto europeu após a saída do Reino Unido do bloco.

"Este acordo é uma oportunidade para a UE de mostrar que o projeto europeu continua sendo dinâmico", afirmou Braun em coletiva de imprensa convocada no contexto das reuniões até sexta-feira com Bruxelas, pelo Comitê de Negociações Birregionais (CNB).

Braun se mostrou "otimista" em relação à possibilidade de alcançar um futuro acordo, cujas negociações podem terminar em "um ou dois anos", antes do início de processo de ratificação.

Após o abandono das negociações em 2004, a UE e Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai trocaram ofertas tarifárias em maio, que o presidente argentino, Mauricio Macri, considerou uma "oferta muito básica e inicial".

A nova reunião em Bruxelas chega em um momento em que a UE tenta fechar um acordo de livre-comércio com Canadá (CETA), e que as negociações com os Estados Unidos para a Associação Transatlântica para o Comércio e o Investimento mais lentas do que o previsto.

Veja também

Banco Central registra recorde de remessas de dólares para Brasil
Moeda

Banco Central registra recorde de remessas de dólares para Brasil

Bolsonaro se irrita com homem que pediu para baixar preço do arroz
Arroz

Bolsonaro se irrita com homem que pediu para baixar preço do arroz