A-A+

Aena assume Aeroporto do Recife em 3 de março e anuncia obras emergenciais

Empresa e Governo se reuniram para alinhar as ações nos primeiros momentos da nova administração

Reunião da diretoria da AENA, com o Governador Paulo CâmaraReunião da diretoria da AENA, com o Governador Paulo Câmara - Foto: Rafael Furtado/ Folha de Pernambuco

A partir do próximo dia 3 de março, o Aeroporto Internacional do Recife será administrado pela Aena, empresa espanhola vencedora do leilão que arrematou os aeroportos do bloco Nordeste. Em reunião realizada na manhã desta quarta-feira (5), o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e secretários do Estado receberam representantes da empresa para alinhar as ações nos primeiros momentos da nova administração.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach, a Aena destacou obras emergenciais para os primeiros seis meses. “São obras de requalificação de banheiro, melhoria de sinalização, alguma intervenção de acesso. Ações que dão para fazer sem muito planejamento porque serão definidas ações a longo prazo também”, destacou Schwambach.

Leia também:
Aena apresenta plano do Aeroporto do Recife
Aena iniciará operação no Aeroporto do Recife em março


O Aeroporto do Recife será administrado no mesmo bloco dos aeroportos de Maceió (AL), João Pessoa (PB), Aracaju (SE), Campina Grande (PB) e Juazeiro do Norte (CE). Até o momento, a Aena já assumiu os aeroportos de Campina Grande e Juazeiro do Norte.

Veja também

Crescem reclamações sobre cobranças indevidas de crédito consignado
INSS

Crescem reclamações sobre cobranças indevidas de crédito consignado

Aposta única leva prêmio de R$ 11,5 milhões da Mega-Sena
Loteria

Aposta única leva prêmio de R$ 11,5 milhões da Mega-Sena