Aérea de baixo custo Jetsmart quer operar também em voos domésticos no Brasil

Opresidente da empresa, Estuardo Ortiz, disse no encontro que tem planos de criar uma subsidiária brasileira para concorrer com Gol, Latam e Azul.

A320neo da JetSmart A320neo da JetSmart  - Foto: Reprodução/Airbus

A companhia aérea de baixo custo JetSmart, de origem chilena, quer operar voos domésticos no Brasil, segundo o Ministério da Infraestrutura. No fim de agosto, a empresa recebeu autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para operar no país, informando na ocasião que a intenção era fazer rotas internacionais entre Argentina e Brasil.

Representantes da companhia se reuniram nesta quarta-feira (4) com os ministros Tarcísio de Freitas (Infraestrutura) e Marcelo Álvaro Antonio (Turismo) e informaram o plano de competir também no mercado doméstico, segundo o Ministério da Infraestrutura.

Ainda segundo a pasta, o presidente da empresa, Estuardo Ortiz, disse no encontro que tem planos de criar uma subsidiária brasileira para concorrer com Gol, Latam e Azul.

Leia também:
Aérea argentina de baixo custo, Flybondi começa a operar no Brasil em outubro
Governo estuda cobrança de bagagem só para aéreas de baixo custo
Empresa aérea chilena de baixo custo pode começar a operar no país 

Outras empresas estrangeiras de baixo custo também aumentaram o interesse no Brasil desde a desregulamentação da franquia de bagagem, como a europeia Norwegian, a chilena Sky Airlines e a argentina Flybondi.

A documentação da espanhola Globalia, da Air Europa, está em tramitação na Anac para se instalar no Brasil.

Veja também

Taxa média de juros para famílias cai, diz Banco Central
juros

Taxa média de juros para famílias cai, diz Banco Central

Governo Federal anuncia criação do programa Renda Cidadã
Brasil

Governo Federal anuncia criação do programa Renda Cidadã