Economia

Agência do Trabalho abre na quarentena nas cidades com isolamento reforçado

Unidades de Recife, Olinda, Jaboatão, Camaragibe e São Lourenço atenderão quem agendou pela internet para pedir o seguro-desemprego

Agência do TrabalhoAgência do Trabalho - Foto: Léo Malafaia

As Agências do Trabalho de Pernambuco vão manter as suas atividades em funcionamento durante o período de isolamento mais rigoroso nas cidades do Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata, entre os dias 16 e 31 de maio. As unidades destes municípios vão ficar abertas para atender especificamente às pessoas que já fizeram o agendamento pela internet para dar entrada no seguro-desemprego por meio do site www.seteq.pe.gov.br. Os atendimentos nas agências serão realizados das 7h às 13h.

O decreto 49.017, estabelece um isolamento social mais rigoroso nas cinco cidades em questão, estabelece que a circulação de pessoas fica mais restrita para conter a disseminação do novo coronavírus, assim como a criação de um rodízio de veículos por 15 dias. O funcionamento das agências se encaixa no artigo 3º, parágrafo 1, inciso III, em prestação ou utilização de serviços bancários ou atividades análogas.

Leia também:
Crise do coronavírus leva 1,5 milhão de brasileiros ao seguro-desemprego
Serviços têm queda de 6,9% em março, primeiro mês sob a pandemia do coronavírus


Para agendar o atendimento, a pessoa deve acessar o site da Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco (Seteq), o www.seteq.pe.gov.br, selecionar a opção ‘Atendimento on-line da Agência do Trabalho’ e posteriormente escolher o atendimento do seguro-desemprego. Após isso, o cidadão preenche as informações necessárias para agendar o atendimento, e precisa salvar o comprovante para ter uma garantia do atendimento presencial.

Segundo a Secretaria, as pessoas que estiverem se dirigindo para o atendimento entre os dias 16 e 31 de maio, durante a quarentena, precisam apresentar o comprovante do agendamento do serviço, seja pela tela do celular ou em papel.

A pasta, informa ainda que as vagas de atendimentos são limitadas por agências e faltar aos agendamentos já programados pode prejudicar a entrada no seguro-desemprego, que tem um prazo de até 120 dias para ser retirado a partir da data da demissão.

Já os funcionários das agências, serão pegos em casa no carro oficial da secretaria. Cada veículo levará três pessoas, incluindo o motorista, respeitando o decreto do governo estadual.

Segundo o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes, Pernambuco foi o primeiro estado do Nordeste a abrir as agências para atendimento presencial para dar suporte às pessoas que não conseguiram dar entrada. "As agências são importantes neste momento porque o trabalhador pode dar entrada num direito fundamental, que é o Seguro Desemprego. É muito importante mantermos as portas das agências abertas", destacou Alberes.

Seguro-desemprego
Cerca de 1,5 milhão de trabalhadores brasileiros formais foram demitidos em março e abril deste ano por conta da crise do novo coronavírus e passaram a ter direito ao seguro, sendo um número 31% maior em comparação com o mesmo período de 2019

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Economia, na última segunda-feira, as demissões aconteceram mesmo após a implementação do programa do governo que autoriza a redução temporária de contrato para evitar os desligamentos. Foram 537 mil pedidos do seguro-desemprego em março deste ano, e 748 mil no mês passado. Existe ainda um represamento estimado de 250 mil pessoas que perderam seus empregos ao longo dos dois meses e estão aptas ao auxílio, mas ainda não fizeram a solicitação.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Elon Musk eleva a US$ 33,5 bilhões aporte direto para comprar Twitter
Rede Social

Elon Musk eleva a US$ 33,5 bilhões aporte direto para comprar Twitter

Ministério diz que negocia novo Plano Safra 22,4% maior que anterior
plano safra

Ministério diz que negocia novo Plano Safra 22,4% maior que anterior