Agricultura

Agricultores familiares recebem sementes no Sertão do São Francisco

Ao todo, serão entregues 472.150 sementes, beneficiando quase 80 mil agricultores do estado

Foto: Divulgação/ IPA

A partir desta quinta-feira (18), agricultores do Sertão do São Francisco serão beneficiados com sementes de sorgo e milho do Programa Campo Novo, por meio do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA). O presidente do IPA, Kaio Maniçoba e o secretário de Desenvolvimento Agrário do estado, Claudiano Martins, participam das entregas. Na quinta (18), o município de Santa Maria da Boa Vista recebe as sementes. Na sexta-feira (19), as cidades de Floresta e Itacuruba são beneficiadas. Já na segunda (22), as entregas seguem nos municípios de Serra Talhada e Manari, no Sertão pernambucano.

De acordo com o presidente do IPA, Kaio Maniçoba, o benefício atinge muitos produtores do estado e atinge diretamente o homem do campo. “O Campo Novo é um dos programas mais importantes do Governo do estado voltado para o agricultor, diretamente para o homem do campo, porque ele tem um beneficio muito grande e atinge muitos produtores, muitas cidades e várias famílias. Essas sementes são distribuídas baseadas em estudos técnicos, para que a gente possa ter essa planilha e os números do que a gente vai poder distribuir. Estamos fazendo as entregas no período fértil, que é no início das chuvas no Sertão.”, explica.

Ao todo, serão entregues 82.290 quilos de sementes de sorgo e milho, nos municípios de Afrânio, Dormentes, Lagoa Grande, Orocó, Petrolina e Santa Maria da Boa Vista. A iniciativa deverá beneficiar mais de 13.700 agricultores.

No estado, a previsão é que sejam entregues 472.150 sementes, beneficiando quase 80 mil agricultores familiares do Sertão do Araripe, Pajeú, São Francisco, Itaparica, Central e Moxotó. A distribuição começou pelo Sertão do Araripe, no início do período chuvoso na região. Os agricultores receberam cerca de 148 toneladas de sementes, entre milho e sorgo. As cidades de Exú e Ouricuri foram as primeiras contempladas. Exú vai receber 16.540 quilos de sementes e Araripina 25.180.

Em 2020, o programa distribuiu 75 toneladas de sementes de sorgo, que permitiu o cultivo de 7.500 hectares de sorgo forrageiro, produzindo cerca de 337 mil toneladas de matéria verde. “Temos um compromisso de apoiar a agricultura familiar, mantendo a distribuição de sementes, observando as normas de segurança sanitária e o quadro das chuvas”, ressalta o presidente.

Veja também

Subida dos juros deve provocar desaceleração na economia, diz ministroECONOMIA

Subida dos juros deve provocar desaceleração na economia, diz ministro

Carro parado é prejuízoFmotors

Carro parado é prejuízo