Agricultura familiar terá US$ 40 mi

Do montante total que será investido no projeto, US$ 20 milhões serão recursos do Fida, outros US$ 16 milhões serão contrapartida do Governo e o remanescente será captado a partir da contribuição dos beneficiários

Câmara assinou o convênio de cooperação financeiraCâmara assinou o convênio de cooperação financeira - Foto: Arthur Mota

 

A agricultura familiar pernambucana ganhará reforço financeiro. É que o governador Paulo Câmara assinou, ontem, um memorando para formalizar um convênio de cooperação financeira entre o Governo do Estado e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), entidade financeira ligada à Organização das Nações Unidas (ONU), para viabilizar US$ 40 milhões.

A parceria prevê um projeto que visa diversificar a produção agrícola, para produção de alimento e geração de renda, contemplando 40 municípios da Zona da Mata Norte, Zona da Mata Sul, Agreste Central e Agreste Setentrional.
Do montante total que será investido no projeto, US$ 20 milhões serão recursos do Fida, outros US$ 16 milhões serão contrapartida do Governo e o remanescente será captado a partir da contribuição dos beneficiários. O período de execução do projeto será de sete anos, a partir da data de entrada em vigor do acordo de financiamento. Ao todo, 35 mil famílias serão beneficiadas de forma direta com ações de caráter organizacional, assistência técnica e/ou investimentos produtivos.
Secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, considera que o convênio dará uma melhor condição de vida ao agricultor pernambucano. “É um instrumento importante, não só do ponto de vista técnico, pois possibilitará ao nosso agricultor familiar ter condições mais adequadas”, afirmou. A expectativa é que o convênio de cooperação financeira seja assinado até o fim deste ano para que, até janeiro de 2018, o projeto seja executado.

 

Veja também

Fechamento de fábricas da Ford põe em dúvida futuro do setor no Brasil
Montadoras

Fechamento de fábricas da Ford põe em dúvida futuro do setor no Brasil

Pagamento de indenizações do DPVAT passa a ser feito pela CEF
Seguro

Pagamento de indenizações do DPVAT passa a ser feito pela CEF