Economia

Aposentado recebe R$ 974 a mais por mês com regra 85/95

O valor médio das aposentadorias concedidas com a fórmula 85/95 de julho de 2015 até esse mês foi de R$ 2.943,20

Deputado federal João Campos, do PSBDeputado federal João Campos, do PSB - Foto: Humberto Pradera/PSB

Os segurados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que completam a pontuação exigida pela regra 85/95 conseguem uma aposentadoria, em média, R$ 974,23 maior do que aqueles que se aposentam com o desconto do fator previdenciário.

O valor médio das aposentadorias concedidas com a fórmula 85/95 de julho de 2015 até esse mês foi de R$ 2.943,20. A regra entrou em vigor no dia 18 de junho do ano passado. Já o valor médio dos benefícios calculados com o desconto do fator previdenciário no mesmo período foi de R$ 1.968,98, segundo dados do INSS fornecidos ao "Agora" via Lei de Acesso à Informação.

Ainda segundo o órgão, de julho de 2015 a dezembro deste ano, foram concedidas 410.672 aposentadorias por tempo de contribuição, sendo 244.553 com desconto do fator e 166.119 pelo 85/95. Isso significa que quatro em cada dez dos segurados do INSS que se aposentaram por tempo de serviço garantiram o benefício pelo cálculo mais vantajoso. A proporção de aposentadorias calculadas pela fórmula 85/95 variou de 35% a 45% no período.

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

As mudanças propostas na aposentadoria
> Brasileiro teria que contribuir ao menos 49 anos para ter direito a aposentadoria integral
> Nova fórmula da reforma proposta pelo governo reduz valor final da aposentadoria
> O 85/95 garante o benefício integral ao segurado que completar, na soma da idade com o tempo de contribuição ao INSS, 85 pontos, no caso das mulheres, e 95 pontos, no caso dos homens. O tempo de contribuição mínimo é o mesmo exigido para a aposentadoria com fator: 30 anos para as mulheres e 35 para os homens.
Reforma vai acabar com fator e 85/95
> O fator previdenciário e a fórmula 85/95 deixarão de existir se a proposta de reforma da Previdência do governo Temer for aprovada pelo Congresso. Após a reforma, os benefícios concedidos serão calculadas de uma única forma. O novo cálculo vai considerar 51% da média salarial do segurado mais 1% para cada ano de contribuição ao INSS para definir o valor final da aposentadoria.
> A expectativa do governo é que as discussões sobre a reforma se estendam até o final do primeiro semestre de 2017. Isso deve garantir o benefício integral para quem completar a pontuação do 85/95 até julho. Segundo a Previdência Social, quem já tiver o direito adquirido poderá escolher a melhor regra para se aposentar.
- Fórmula garante benefício melhor
>> A fórmula 85/95 está em vigor desde junho de 2015
>> Com ela, o segurado garante uma aposentadoria por tempo de contribuição mais vantajosa
- Quanto os aposentados receberam a mais
>> Valor médio das aposentadorias com o 85/95: R$ 2.943,20
>> Valor médio das aposentadorias com o fator previdenciário: R$ 1.968,98
>> Diferença: R$ 974,23

QUANTIDADE DE BENEFÍCIOS

>> Até dezembro, 166.119 aposentadorias por tempo de contribuição foram concedidas pela regra 85/95
>> No mesmo período, 244.553 benefícios foram concedidos com o desconto do fator previdenciário
>> Quatro em cada dez segurados que se aposentaram por tempo de contribuição se beneficiaram do cálculo mais vantajoso
COMO FUNCIONA
A regra 85/95 garante a aposentadoria sem desconto do fator previdenciário ao segurado que completar, na soma da idade com o tempo de contribuição ao INSS:
>> 85 pontos, no caso das mulheres
>> 95 pontos, no caso dos homens
O tempo mínimo de contribuição ao INSS exigido é o mesmo da aposentadoria calculada com o fator:
>> 30 anos, para as mulheres
>> 35 anos, para os homens

VANTAGEM

>> Quando atinge a pontuação, o segurado garante a aposentadoria integral, no valor igual ao da sua média salarial
>> A média é calculada com base nos 80% maiores salários de contribuição desde julho de 1994

FATOR

>> Se não chegar à pontuação, o aposentado recebe um benefício calculado com o desconto do fator previdenciário
>> O fator é um índice que reduz o benefício, conforme a idade, o tempo de contribuição do segurado e a expectativa de vida após a aposentadoria
>> Quanto mais novo se aposentar, maior será o desconto do fator

EXEMPLO

- Benefício com fator
Um segurado com 35 anos de contribuição que se aposenta aos 59 anos tem um desconto de 20% no seu benefício
- Benefício integral
Com os mesmos 35 anos de contribuição, o trabalhador com 60 anos de idade receberia o benefício integral

O QUE MUDA COM A REFORMA

>> Se a reforma da Previdência for aprovada no Congresso, a fórmula 85/95 deixará de existir
>> Garante o benefício integral, quem completar as condições mínimas exigidas no 85/95 até um dia antes da publicação final da PEC (proposta de emenda à Constituição) 287
>> A expectativa do governo é que a PEC seja aprovada e promulgada a partir do final do primeiro semestre de 2017
>> Quem atingir a soma de pontos até lá tem a garantia de receber o benefício integral
>> Já quem completar a soma exigida no 85/95 depois da aprovação final da reforma será prejudicado, pois terá um redutor na aposentadoria
– Novas regras

IDADE MÍNIMA

A proposta do governo para a reforma da Previdência exigirá que homens e mulheres tenham 65 anos de idade para se aposentar
CÁLCULO DOS BENEFÍCIOS
>> A proposta do governo cria uma única fórmula de cálculo para as aposentadorias:
>> 51% da média dos salários mais 1% para cada ano de contribuição

TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO
Será de 25 anos para homens e mulheres

TRANSIÇÃO
A idade mínima não será exigida para:
>> homens a partir dos 50 anos de idade
>> mulheres a partir dos 45 anos de idade

PEDÁGIO
>> Os segurados que entrarem na regra de transição terão que contribuir por mais tempo para poder se aposentar
>> O trabalhador precisará ter o tempo mínimo de contribuição e mais metade do tempo que faltar para se aposentar, considerando as regras atuais, quando a reforma for aprovada
Fontes: INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 287 e reportagem

Veja também

Secretária de Energia dos EUA descarta importação de petróleo venezuelano
Economia

Secretária de Energia dos EUA descarta importação de petróleo venezuelano

Bolsonaro se reunirá con Elon Musk em São Paulo
Encontro

Bolsonaro se reunirá con Elon Musk em São Paulo