Apple, Google e Coca-Cola, as marcas mais valiosas do mundo

Segundo o 17º estudo "Best Global Brands", que mede o valor das marcas, Facebook e Amazon registraram o maior avanço em termos de valorização - 48% e 33%, respectivamente

Covil de LadrõesCovil de Ladrões - Foto: Divulgação

Apple, Google e Coca-Cola continuam sendo as marcas mais valiosas do planeta, mas o setor automobilístico é o mais representado no ranking da Interbrand, publicado nesta quarta-feira (5), no qual Dior e Tesla aparecem pela primeira vez no top 100.

Pelo quarto ano consecutivo, Apple e Google se situam nos lugares mais altos da classificação. (...) Coca-Cola, Microsoft, Toyota, IBM, Samsung, Amazon, Mercedes-Benz e GE completam o Top 10.

Dior e Tesla entram na classificação das Best Global Brands pela primeira vez, nas posições 89 e 100, respectivamente, detalhou em um comunicado a consultora especializada em marcas.

Segundo o 17º estudo "Best Global Brands", que mede o valor das marcas, Facebook e Amazon registraram o maior avanço em termos de valorização - 48% e 33%, respectivamente -, seguidas de Lego, Nissan e Adobe.

Por setores, o ganhador é o do automóvel. Está representado por 15 marcas, que representam 14,28% do valor total do ranking com Toyota, Mercedes-Benz e BMW na liderança.

A distribuição, representada por Amazon, Ikea e eBay, é o setor que registra o maior crescimento (+18,8%). Atrás se situam as marcas esportivas e de luxo, com um crescimento médio de 10%.

O ranking, no qual não há representação latino-americana, destaca duas marcas espanholas: Zara, 27ª e cujo valor aumentou 19% em relação a 2015, e Santander.

No total, as 100 marcas mais valiosas do mundo valem 1,8 trilhão de dólares, o que representa um aumento de 4,8% em relação ao ranking de 2015.

Para estabelecer sua classificação, a Interbrand se baseia em três critérios: o resultado financeiro dos produtos e serviços vendidos sob a marca estudada, o papel da marca e sua influência na escolha do consumidor e, finalmente, a força da marca, ou seja, sua capacidade para criar uma vantagem competitiva e garantir as receitas futuras da empresa.

Veja também

Plataforma digital vai gerar 1 milhão de oportunidades para jovens
Desemprego

Plataforma digital vai gerar 1 milhão de oportunidades para jovens

Índice de Confiança da Indústria cresceu 4,5 pontos durante passagem de setembro para outubro
Economia

Índice de Confiança da Indústria cresceu 4,5 pontos durante passagem de setembro para outubro