Economia

Avianca recusa proposta da Azul e diz que quer manter operação

Empresa afirma que pretende manter as operações, ainda que em tamanho reduzido

AviancaAvianca - Foto: Divulgação

A Avianca Brasil enviou a Justiça na noite desta terça-feira (21) documento em que afirma que a proposta da Azul para a compra de seus ativos é juridicamente inviável.

"Não há como validamente alienar a maioria dos ativos (...) via UPI [Unidade Produtiva Isolada] sem a existência de um plano de recuperação judicial apreciado e aprovado pelos credores, requisito imprescindível a celebração de um negócio (...) capaz de manter a transação definitivamente válida", afirma o documento.

Leia também:
Aviação regional fica sob risco sem Infraero, dizem analistas
Fernando de Noronha se prepara para voos noturnos

A empresa afirma que pretende manter as operações, ainda que em tamanho reduzido e que o plano proposto pela Azul inclui horários de partida e chegada da ponte aérea São Paulo-Rio de Janeiro, "um dos trechos mais rentáveis para o transporte aéreo de passageiros no país, (...) que seriam importantes para a Avianca."

Veja também

Uber Eats inicia entregas com robôs no Japão
TECNOLOGIA

Uber Eats inicia entregas com robôs no Japão

Selic 2024 segue em 9,00% e é mantida em 8,50% para 2025, 2026 e 2027
BRASIL

Selic 2024 segue em 9,00% e é mantida em 8,50% para 2025, 2026 e 2027