Banco do Nordeste abre financiamento para empresas do Porto Digital

Além das emrpesas instaladas no Porto Digital, outros empreendedores de serviços associados, como restaurantes e salões de beleza localizados no território do parque tecnológico poderão participar

Porto DigitalPorto Digital - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco/arquivo

O Banco do Nordeste (BNB) em parceria com o Porto Digital, vai conceder uma linha de financiamento de capital de giro para empresas do Porto Digital e de serviços associados próximos ao parque tecnológico, como uma alternativa durante a pandemia do coronavírus. O financiamento é destinado para micro e pequenas empresas, que tenham mais de 9 meses de faturamento declarado no parque ou estabelecimentos como restaurantes salão de beleza, no território do Porto, com exceção dos Microempreendedores Individuais (MEI).

Com taxas de 0,35% ao mês, o empréstimo poderá ser solicitado de forma presencial na próxima segunda-feira (6), das 9h às 16h, no Apolo 235, um dos prédios do Porto Digital. Até amanhã, o BNB realizará um plantão por meio do telefone 3198 - 4200 para tirar dúvidas e orientar os empresários que tenham interesse em solicitar o financiamento. Na segunda-feira, os interessados devem comparecer ao local com os documentos exigidos para concessão do empréstimo. Um diferencial do financiamento está na possibilidade de uma garantia somente por aval, sem precisar de uma garantia real.

Leia também:
Banco do Nordeste prorroga parcelas do Crediamigo
Accenture e Porto Digital lançam curso gratuito para jovens de até 24 anos
Empresa suspendeu 700 contratos nas horas em que MP de Bolsonaro contra coronavírus estava valendo


Segundo o superintendente do Banco em Pernambuco, Ernesto Lima Cruz, não só as empresas de tecnologia devem estar atentas ao financiamento, como empresas de outros segmentos próximos ao parque. “O BNB nesse contexto ele está lançando uma linha de capital de giro para atender as empresas do Porto, startups, restaurantes, salão de beleza, uma linha com prazo total de 36 meses com três meses de carência, taxa de juros de 0,35% ao mês e ao ano quase 4,4%. Os recursos são oriundos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), a gente tem uma reserva que dá para atender todas as empresas, não tem uma limitação de recurso, basta que atendam os critérios que o banco já tem”, disse.

O presidente do Porto Digital, Pierre Lucena, destaca que a preocupação vai além das empresas do parque, e espera uma boa adesão por outros negócios fora da área de tecnologia. “Nesse primeiro momento cerca de 400 negócios podem ser impactados. O BNB vai ter uma equipe no Porto, terá uma marcação, o ambiente está sendo higienizado para não ter nenhum problema de saúde, com todo cuidado. A taxa é atrativa dá pra passar essa temporada difícil, e essa ação vai dar um grande alívio para os parceiros, estamos fazendo isso para salvar os empregos”, destacou.

Para maiores informações e ter acesso as documentações necessárias, os interessados podem acessar o site www.portodigital.org/parque/financiamento-especial-do-banco-do-nordeste. O atendimento no Porto Digital será feito pela equipe do Hub de Inovação do BNB no parque tecnológico.

Veja também

Nova meta do governo prevê fibra ótica em 99% da cidades brasileiras
Tecnologia

Nova meta do governo prevê fibra ótica em 99% da cidades brasileiras

Dólar volta a R$ 5,40 com tensões no mercado externo
Câmbio

Dólar volta a R$ 5,40 com tensões no mercado externo